<
>

Londrina recebe o Bahia em busca de um milagre na Copa do Brasil

Nesta quinta-feira, só um milagre salva o Londrina da eliminação na Copa do Brasil 2019. Isso porque o time paranaense precisará reverter a goleada de 4 a 0 sofrida diante do Bahia, em Salvador, no jogo de ida desta quarta fase do torneio. No Estádio do Café, em Londrina (PR), a bola rola a partir das 19h15 (no horário de Brasília).

Com o atropelo do primeiro jogo, o Tubarão precisa vencer por cinco gols de diferença para se classificar no tempo regulamentar. Para levar a decisão para os pênaltis, terá de devolver a diferença de quatro gols no placar, já que o critério de gols fora de casa ainda não vale nesta fase da competição. O Tricolor de Aço, por sua vez, não só joga pelo empate, como poderá perder por até três gols na casa do adversário.

“Não é fácil, mas tudo é possível. Temos que fazer um jogo tranquilo e buscando a vitória a todo custo. E um jogo ofensivo, coisa que nós não fizemos lá (em Salvador). Demos dois chutes a gol. A gente precisa fazer um jogo mais objetivo, mas acima de tudo, equilibrado para chegarmos firme nos nossos próximos passos”, afirmou o técnico Alemão, em coletiva de imprensa concedida na última terça-feira.

O Londrina deve mandar a campo a equipe base do Campeonato Paranaense, contando com os retornos do zagueiro Silvio, do lateral esquerdo Felipe, e dos atacantes Marcelinho e Dagoberto.

Assim, a escalação titular do Tubarão deve ser formada por: Matheus Albino; Raí Ramos, Augusto, Silvio e Felipe; Germano, Anderson Leite e Luquinha; Marcelinho, Dagoberto e Anderson Oliveira.

Pelo lado do Bahia, o ambiente é bem mais tranquilo. Contudo, mesmo com a folga no placar agregado, o técnico Roger Machado não deve poupar titulares no Estádio do Café. As ausências, porém, são cinco, com destaque para o volante Elton, que não viajou por problemas pessoais, e para Moisés, suspenso.

Desta forma, o Tricolor deve ir ao gramado com: Anderson; Nino, Ernando, Xandão (Lucas Fonseca) e Paulinho; Gregore e Douglas Augusto, Arthur Caíke, Artur e Ramires; Gilberto (Fernandão).