<
>

Flamengo perde da LDU, deixa vaga antecipada escapar e vai jogar a vida no Uruguai

play
Mauro Cezar vê Flamengo em situação 'muito delicada' na Libertadores e diz que trabalho de Abel é 'ruim' (7:44)

Time carioca foi derrotado pela LDU em Quito por 2 a 1 nesta quarta-feira (24) (7:44)

A decisão ficou para o Uruguai. Nesta quarta-feira, o Flamengo até saiu na frente no estádio Casa Blanca, em Quito, mas acabou levando a virada da LDU-EQU. Com a derrota por 2 a 1, o time carioca pode ficar fora das oitavas de final da Copa Libertadores se perder para o Peñarol na última rodada da fase de grupos, daqui duas semanas.

O Grupo D da Libertadores segue aberto. O Flamengo lidera com 9 pontos; o Peñarol, com a mesma pontuação, está em segundo por conta do saldo de gols (11 contra 7). A LDU, que venceu nesta quarta, chegou a 7 e vai às oitavas se vencer o lanterna San José na última rodada.

Os comandados de Abel Braga vão precisar jogar a vida no Uruguai. O empate classifica a equipe brasileira, mas uma derrota - combinada com uma vitória da LDU - elimina o Fla de maneira precoce da competição mais desejada do futebol sul-americano.

O JOGO

O Rubro-Negro saiu na frente aos 18 minutos do primeiro tempo. Após cruzamento de Pará, Bruno Henrique apareceu nas costas da marcação e, de cabeça, abriu o placar. Antes de entrar, a bola bateu no braço esquerdo do atacante, mas a arbitragem confirmou o gol, apesar da reclamação do goleiro Gabbarini.

A LDU, perdendo por 1 a 0 e jogando em casa, foi para cima do Fla. A primeira grande chance de empate para os equatorianos veio aos 22min, quando Jhojan Julio perdeu chance incrível na marca do pênalti.

Aos 31min, Quintero arriscou chute de muito longe. A bola foi com força em direção ao ângulo, mas Diego Alves saltou, espalmou e evitou que as redes flamenguistas fossem balançadas.

A pressão da equipe de Quito seguiu forte. Aos 34min, Quintero desviou de cabeça no primeiro pau, mas a bola passou por cima das traves do clube carioca.

O Flamengo respondeu dois minutos depois. Bruno Henrique recebeu lançamento de Gabigol e bateu para tentar ampliar, mas Gabbarini fez a defesa. A equipe de Leomir (Abel foi suspenso por conta do atraso do time na volta do intervalo na partida contra o Peñarol, no Maracanã) chegou de novo aos 44min, quando Éverton Ribeiro acertou o pé da trave esquerda do clube equatoriano.

Com 57% de posse de bola, a LDU conseguiu buscar o empate nos acréscimos da etapa inicial. Anangonó recebeu lançamento longo da defesa, ficou cara a cara com Diego Alves e chutou entre as pernas do goleiro para deixar tudo igual. 1 a 1 no Equador.

O Fla voltou do intervalo com uma alteração: Arrascaeta, que não vinha bem, deu lugar a Diego.

A LDU empatou a partida no final primeiro tempo, mas seguiu indo para cima do Rubro-Negro nos últimos 45 minutos. Afinal, só a vitória importava para os equatorianos.

A equipe mandante passou a apostar ainda mais no jogo aéreo e na força física de seus atacantes.

Aos 20min, foi a vez de Gabigol deixar a partida. O centroavante foi substituído por Vitinho, autor do segundo gol do Flamengo na vitória do último domingo sobre o Vasco.

Mais presente no ataque, a LDU chegou à virada aos 27min. E foi um golaço. Após Diego Alves sair mal, a bola fico com Chicaiza. O camisa 10 pegou na ponta esquerda da grande área, fez dois cortes e acertou um chutaço de direita para colocar os equatorianos na frente. 2 a 1 em Quito.

O empate classificaria o Flamengo de maneira antecipada; a derrota, não. Por isso, o Rubro-Negro foi para cima. Vitinho teve duas ótimas chances para deixar tudo igual, mas parou no goleiro Gabbarini em ambas.

O final da partida foi frenético. O Rubro-Negro se jogou para cima da LDU, que se segurou e puxou alguns contra-ataques. Até César (que entrou no lugar de Diego Alves, machucado) foi para a área, mas realmente não deu. Em Quito, vitória dos mandantes por 2 a 1, de virada, para delírio da torcida que lotou o estádio Casa Blanca.

A decisão da classificação (ou não) de ambas as equipes para as oitavas de final da Libertadores ficou para a última rodada.

AGENDA

A próxima partida do Flamengo na Libertadores será só daqui duas semanas. Pela última rodada da fase de grupos da competição, o Rubro-Negro visita o Peñarol, às 21h30 (de Brasília), no Campeón del Siglo. A LDU joga novamente em casa, mas dessa vez contra o San José, da Bolívia, no mesmo dia (08/05) e horário da equipe brasileira.

O time de Abel Braga, no entanto, vai precisar focar no Campeonato Brasileiro. Isso porque o Fla vai enfrentar Cruzeiro (27/04), Internacional (01/05) e São Paulo (05/05) antes de viajar ao Uruguai. Apenas o duelo com o clube mineiro será em casa.

FICHA TÉCNICA:
LDU 2 x 1 FLAMENGO

Local: Estádio Casa Branca, em Quito (Equador)
Data: Quarta-feira, 24/04/2019
Horário: 21h30
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Assistentes: Hernan Maidana (ARG) e Juan Belatti (ARG)
Cartões amarelos: Intriago e Chicaiza (LDU); Rodrigo Caio (Flamengo)
Gols LDU: Anangonó, aos 47min do primeiro tempo; Chicaiza, aos 27min do segundo tempo
Gols Flamengo: Bruno Henrique, aos 18min do primeiro tempo

LDU: Gabbarini; Quintero, Guerra (Nico Freire), Rodríguez e Christian Cruz; Intriago, Orejuela, Jhojan Julio (Chicaiza) e Anderson Julio; José Ayovi (Muñoz) e Anangonó.. Técnico: Pablo Repetto.

FLAMENGO: Diego Alves (César), Pará, Rodrigo Caio, Léo Duarte e Renê; Cuéllar, Willian Arão, Arrascaeta (Diego) e Éverton Ribeiro; Gabigol (Vitinho) e Bruno Henrique. Técnico: Leomir (interino).