<
>

Lazio bate Milan no San Siro e vai à final da Copa da Itália em jogo com episódio de racismo

Joaquín Correa, em ação pela Lazio diante do Milan Getty Images

A Lazio está na final da Copa da Itália. Depois de empate por 0 a 0 no jogo de ida da semi, a equipe de Roma foi até o San Siro e venceu o Milan por 1 a 0, nesta quarta-feira, com um gol de Joaquín Correa.

O clássico, porém, ficou manchado por um episódio de racismo. Do lado de fora e também dentro do estádio, alguns torcedores do time visitante entoaram um cântico preconceituoso contra Tiemoué Bakayoko. No último dia 13, após vitória do Milan sobre a Lazio pelo Campeonato Italiano, Bakayoko trocou a camisa com Acerbi, que havia dito anteriormente que a equipe de Roma venceria o jogo. Bakayoko posou para uma foto com a camisa de Acerbi, e a história repercutiu na Itália.

Torcedores da Lazio, então, responderam com cânticos racistas durante a partida contra a Udinese. Episódio que lamentavelmente repetiu-se nesta quarta. Em determinado momento, o locutor do estádio disse que a partida poderia ser interrompida.

Dentro de campo, a equipe visitante definiu a vitória aos 13min da etapa final, quando Immobile puxou contra-ataque e tocou para Correa vencer Pepe Reina. Precisando virar para se classificar, o Milan até marcou aos 32min, quando Cutrone aproveitou cruzamento e completou de cabeça, mas o impedimento foi marcado no lance.

Pelos mandantes, Lucas Paquetá ficou no banco de reservas durante os 90 minutos. Já no time de Roma, o zagueiro Luiz Felipe e o volante Lucas Leiva foram titulares, enquanto que o zagueiro Wallace ficou como opção.

Agora, a Lazio espera pelo vencedor entre Atalanta e Fiorentina, que enfrentam-se nesta quinta-feira, em Bérgamo. No duelo de ida, em Florença, houve empate por 3 a 3.

O Milan voltará a campo no domingo, quando visitará o Torino pelo Campeonato Italiano, às 15h30 (de Brasília). No mesmo dia, a Lazio irá enfrentar a Sampdoria fora de casa, às 13h.