<
>

Carille não revela escalação em último treino aberto do Corinthians antes da final

play
Corinthians: Avelar comemora recuperação para jogar final: 'Roí o osso e ia ficar de fora do filé mignon?' (0:44)

Lateral perdeu a primeira partida, no Morumbi, mas está pronto para a decisão (0:44)

O mistério da escalação do Corinthians para a final do Campeonato Paulista será levado até instantes antes da bola rolar na Arena de Itaquera, às 16h do domingo de Páscoa. No último treino aberto à imprensa, na manhã dessa sexta-feira, Fábio Carille sequer teve todos seus titulares em campo no CT Joaquim Grava.

Exames apontaram desgaste elevado em Henrique e o zagueiro ficou apenas na academia. Manoel, que foi cortado do banco de reservas em Chapecó e não participou do trabalho com bola na quinta, dessa vez apareceu no gramado, mas fez uma atividade à parte, junto ao preparado físico Anselmo Sbragia.

O técnico dividiu o grupo em dois campos, exigiu de seus jogadores primeiro um trabalho de conclusão a gol em uma espécie de simulação de contra-ataque, com três atacantes partindo para cima de dois defensores, em velocidade.

Em seguida, a atividade contou com um mini-coletivo em campo reduzido. Apesar dos jogadores ‘misturados’ e com apenas nove atletas de linha para cada lado, chamou atenção a formação de ataque da equipe de colete com Régis, Clayson, Pedrinho e Gustagol.

Por último, quando todos foram liberados, Carille e Fabinho pegaram Gustagol para uma atividade complementar de finalização. O jogador recebia a bola de costas, com o auxiliar fazendo papel de zagueiro adversário, tocava e corria para concluir cruzamento feito por Carille.

Nesse sábado, o time volta ao CT para fechar sua preparação, aí sim com total privacidade e provavelmente com todos à disposição para Fábio Carille definir seus 11 titulares.