<
>

Liverpool aumenta preços de torcedores do Barcelona para ajudar os seus a ir ao Camp Nou na Champions

play
Veja as melhores imagens da goleada do Liverpool em cima do Porto (2:42)

Ingleses venceram pelo placar de 4 a 1 e estão classificados para a semifinal (2:42)

O Liverpool vai repetir o que fez o Manchester United e aumentar o preço dos ingressos para os torcedores do Barcelona, na semifinal da Champions League, para subsidiar as entradas de seus torcedores no jogo do Camp Nou.

Serão 4.620 entradas destinadas à torcida do Liverpool no primeiro jogo, que acontece no dia 1º de maio. Cada inglês que quiser acompanhar a equipe em solo catalão terá que desembolsar 119 euros (R$ 525,69) pela entrada, mas a ajuda virá de Anfield.

Os Reds aumentaram os preços dos ingressos da partida de volta e vão oferecer uma ajuda para que cada um de seus torcedores pague apenas 88 euros (R$ 388,75) pelas entradas da partida do Camp Nou.

“Todos os ingressos de visitantes custam 119 euros, o que é a linha de preço do Barcelona para a fase de mata-mata nesta temporada da Champions League. Dessa forma, o Liverpool vai cobrar do torcedor do Barcelona um reciproco ingresso de 119 euros para o jogo da volta, no dia 7 de maio”, comunicou o clube.

“A receita extra desses ingressos mais caros serão usados para subsidiar o torcedor do Liverpool, reduzindo o preço em 31 euros (R$ 136,95)”, completou.

Contactado pela ESPN, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, defendeu a política de preço adotada pelo clube.

“Deixe-me explicar como nós organizamos nosso ingressos. Temos 144 mil sócios e temos o mais baixo preço de ingresso para a temporada na Europa. A média é provavelmente perto de 17 euros (R$ 75,10) por jogo, porque nós queremos ter o preço mais baixo para nossos sócios”, disse.

“Mas quando vendemos ingressos, não contra o Manchester United, mas contra qualquer time em LaLiga ou na Champions League, nossos preços são muito altos porque temos que compensar o balanço do ingresso da temporada. Essa é a diferença. Nós fazemos isso em todos os jogos, não apenas contra United e Liverpool”, completou.