<
>

Após trauma no Estadual, Louzer começa a pensar em campanha do Coxa na Série B

O Coritiba deixou o Campeonato Paranaense 2019 de forma traumática. Derrotas nas duas decisões de turno, a última diante do time de aspirantes do Athletico Paranaense, seu maior rival, que ficou com a taça Dirceu Krüger, nome de um dos maiores ídolos da história do clube. O técnico Umberto Louzer lamentou o resultado, especialmente porque o time estava com a vitória nas mãos até os 43 minutos do segundo tempo.

“Dói, eu entendo o sentimento dos torcedores. Estávamos com o jogo controlado, podíamos ter ampliado, e no lance que houve o desencaixe, o adversário foi feliz e chegou ao empate”, lamentou o treinador, que espera uma reação rápida do grupo. “Temos que estancar esse sangramento o quanto antes, , ter o foco na direção onde queremos chegar e sair fortalecido”, acrescentou.

O comandante coxa-branca, entretanto, se mostrou satisfeito com a atuação da equipe, mais uma vez enxergando evolução no time. “Gostei da equipe, estamos em evolução. Tudo que eu venha a falar não será suficiente para convencer o nosso torcedor, que veio e apoiou do início ao fim. Tivemos a chance de sair com a classificação”, avaliou.

O Coxa volta a campo no dia 29, quando estreia na Série B diante da Ponte Preta. Louzer quer aproveitar bem o período de trabalhos e começar a competição com pé direito. “Precisamos atacar esse fator emocional dos atletas para aproveitar esses dias de preparação. Não adianta mais olhar para trás, temos que olhar para frente para começar bem a competição e já buscar os três pontos contra a Ponte Preta”, concluiu.