<
>

Cerro Porteño vence Nacional e permanece com 100% de aproveitamento na Libertadores

Na abertura da terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, o Cerro Portenõ-PAR venceu o Nacional-URU por 1 a 0, jogando no estádio Nueva Olla, no Paraguai. O time comandado por Fernando Jubero, que está no grupo E, faz ótima campanha no torneio continental, tendo vencido seus três jogos até o momento. O gol da partida foi marcado por Victor Cáceres.

Com o resultado, o Cerro permaneceu na liderança do grupo com nove pontos somados. Na próxima rodada, receberá o Atlético-MG, no dia 10 de abril, às 19h15. Mesmo com a derrota, o Nacional ainda é o segundo colocado, com seis pontos conquistados. O próximo confronto do time na competição é contra o Zamora-VEN, em casa, no mesmo dia e horário da partida do time paraguaio.

Os mandantes começaram pressionando e quase abriram o placar no início do jogo em cabeceio de Nelson Valdez, que parou em boa defesa de Mejía. Aos 24, o Cerro chegou novamente através de um cruzamento e dessa vez abriu o placar. Carizzo bateu falta para dentro da área, Amorebieta desviou de cabeça e Victor Cáceres empurrou para o fundo do gol na segunda trave.

Logo na sequência, o Nacional quase chegou ao empate em bola levantada na área. Carballo cobrou escanteio e Bargessio desviou de cabeça com muito perigo à esquerda do gol.

No segundo tempo, o Cerro passou a controlar o jogo com muita posse de bola, não dando oportunidades para que o Nacional chegasse ao ataque. Em mais de 45 minutos disputados na etapa complementar, nenhuma das equipes finalizou ao gol.

LDU empata com San José na altitude da Bolívia

Jogando fora de casa na altitude de mais de três mil metros de Oruro, a LDU-EQU ficou no empate com o San José-BOL por 3 a 3 e perdeu a chance de encostar no Flamengo no grupo D da Libertadores.

Com o resultado, a equipe equatoriana chegou a quatro pontos, dois a menos que o Flamengo, que nesta quarta-feira recebe o Peñarol, às 21h30. Os gols dos visitantes foram marcados por Juan Anangonó e César Mena, contra duas vezes. Carlos Saucedo, Christian Cruz, contra, e Ramallo fizeram para os bolivianos.

A LDU abriu o placar com um golaço de Anangonó, que recebeu pela esquerda, cortou para dentro e, de fora da área, disparou uma bomba no canto oposto do gol. O San José chegou ao empate com um gol de cabeça de Saucedo, que completou cruzamento da direita de Edivaldo Rojas. Ainda no primeiro tempo, Chicaiza cobrou falta para dentro da área e César Mena, em um lance de extrema infelicidade, desviou contra o próprio gol.

Na segunda etapa, o LDU ampliou o placar, em novo gol contra de Mena. O zagueiro foi recuar para o goleiro Carlos Lampe, porém tocou forte demais na bola, jogando novamente para sua própria meta. Na sequência, foi a vez de um jogador da LDU marcar um gol contra. Alessandrini foi à linha de fundo, cruzou para dentro da área e, ao tentar afastar a bola, Christian Cruz mandou para o gol.

O empate saiu seis minutos depois, com Ramallo. O centroavante aproveitou bom cruzamento de Sanguinetti e cabeceou com força para fazer o terceiro do San José no jogo e o último gol da partida.