<
>

Felipe Melo pede amistoso contra russo que foi racista com brasileiro Ari na Rússia

play
Após racismo na Bolívia, Mário Marra pede reflexão na sociedade: 'A coisa está muito mais entranhada do que a gente imagina' (3:38)

Comentarista mostrou indignação com o incidente envolvendo jogador brasileiro (3:38)

Na noite desta segunda-feira, o volante Felipe Melo se manifestou nas redes sociais sobre as injúrias raciais sofridas pelo brasileiro Ari, convocado pela seleção da Rússia, por parte de outro atleta eslavo em entrevista a um jornal local.

O russo Pavel Pogrebnyak, jogador do Klub Ural, questionou a presença de um atleta negro atuando pela equipe russa. Ele referiu-se justamente a Ari, atacante do Krasnodar. Felipe Melo, por sua vez, respondeu uma postagem envolvendo o assunto para pedir um amistoso contra o ofensor.

“Trazer (sic) ele pra jogar um amistoso aqui!”, escreveu o Pitbull.

Ari também se manifestou sobre o caso. "Sobre esse comentário, muitos jornalistas me ligaram aqui. Eu prefiro nem falar nada, porque um cara desses nem merece atenção. Triste pensar que nos dias de hoje ainda exista algo assim. Minha ideia é continuar defendendo a seleção", afirmou à ESPN.

"Ele foi muito criticado pela imprensa e por colegas. Os jornalistas aqui me perguntaram se eu gostaria de falar algo, rebater. Eu disse que passei por tantas dificuldades já que isso nem me preocupa. Só lamento por ter sido um jogador de futebol, e que passou na carreira por outros países, que falou isso, ainda mais nos dias de hoje", disse o atacante de 33 anos.