<
>

Vinícius Jr no time e Marcelo fora: as sete decisões que fizeram Solari 'mudar o rumo' do Real Madrid

O torcedor satisfeito ou não com a campanha até agora, é fato que o Real Madrid melhorou desde que Santiago Solari assumiu a posição de treinador. O ex-comandante do Castilla, apesar de um início confuso depois da catastrófica passagem de Julen Lopetegui pelo clube, embalou uma série boa de resultados que já colocam a equipe novamente como uma das mais fortes do mundo.

Surpreso com as mudanças de rumo no atual tricampeão da Uefa Champions League, o jornal espanhol Marca citou sete motivos que são enfáticos para a melhora da equipe, com alguns deles sendo bastante polêmicos. Confira todos eles:

1- Fim do revezamento no gol

O argentino não deixou dúvidas de quem seria o seu goleiro titular. Ao contrário de Lopetegui, que intercalava entre Courtois e Navas, o novo técnico promoveu o belga ao time principal, deixando o costarriquenho com os jogos menos importantes. E a decisão de Solari se mostrou mais do que acertada, já que Courtois dá mostras em campo de que ele realmente merece a titularidade.

2 - O uso de um volante fixo

A lesão de Casemiro logo na estreia de Solari fez com que o argentino apostasse em Ceballos na posição. E o teste se mostrou um desastre, com o Real perdendo para o Eibar por 3 a 0. Depois disso, Solari mudou totalmente a sua postura, passando a não mais fazer experimentos na posição e apostando sempre em um volante de origem. Caso não tenha Casemiro, ele já tem muito claro quem joga na posição: Marcos Llorente.

3 - Não conta com Isco

O tema mais polêmico tratado por Solari certamente foi Isco. Titular e importantíssimo na passagem de Zidane pelo Real, o meia passou a ser terceira ou quarta opção, atrás de jogadores recém-chegados, como Vinícius Jr e Fede Valverde. O treinador não está convencido com o rendimento do espanhol, assim como seu estilo dentro de campo, o que o leva a crer que Isco não tem mais solução. Hoje em dia, é muito claro: Ou Solari ou Isco. Por enquanto, o treinador é quem está vencendo essa disputa.

4 - Vinícius já!

Desde que chegou ao time principal, Solari conta com Vinícius Jr, que jogava com ele no Castilla quando Lopetegui ainda era o treinador oficial. E o brasileiro vem encantando desde então, passando a ser peça chave nos últimos jogos, com dribles, passes e também gols. Ele já ganhou o carinho da torcida e neste momento parece inviável que deixe o time titular.

5 - O crescimento de Valverde

Chamado para ocupar um papel secundário no Real Madrid, o uruguaio começa a ganhar mais peso. Isso porque demonstra muita personalidade em momentos complicados e é uma das primeiras opções de Solari no banco de reservas em todos os jogos.

6 - Três zagueiros

Ainda não sabemos se foi uma decisão pontual em um momento complicado para o Real Madrid ou não. Porém, o que dá para dizer é que o time respondeu bem quando atuou dessa forma. Pensando nos difíceis confrontos que terá pela frente, é bem provável que Solari volte a utilizar o esquema em outros momentos.

7 - Reguilón soma ao time mais do que Marcelo

Deixar Marcelo, um dos capitães e grande líder do elenco, no banco de reservas, foi uma decisão ainda mais difícil do que barrar Isco. O brasileiro sempre foi considerado um dos pontos fortes do time, fortalecendo o lado esquerdo. Solari foi o primeiro treinador em muito tempo que o deixou no banco, apostando em Reguilón, jogador formado nas categorias de base e que mostrou um excelente desempenho nas chances que teve como titular.