<
>

Clube inglês com muita história em 135 anos está perto de virar 'sem teto'

Talvez existam duas maneiras de ver a situação do Coventry City, clube de 135 anos, após recente derrota em uma série perdida para o calamitoso proprietário do clube, o fundo de investimentos Sisu.

Uma visão, supostamente ainda cuidada pelos administrados do clube é que, de alguma forma, foi gravemente prejudicada pelo Coventry City Council. Ao construir a Arena Ricoh, de 113 milhões de euros, imaginava-se os Sky Blues prosperando por lá, como um motor para uma regeneração mais ampla.

A outra visão, mantida por grupos de apoiadores exasperados é que o Wasps, clube de rúgbi que agora ocupa a Ricoh Arena, é que o Sisu precisa finalmente parar de levar o conselho ao tribunal e encarar a realidade.

Desde que assumiu o clube, há 11 anos, o grupo gastou milhões, sofreu rebaixamento para a segunda divisão, perdeu o aluguel da arena depois de se mudar para dividir o terreno de Northampton Town e tentou arruinar financeiramente a Ricoh.

O chefe executivo do clube, Tim Fisher, disse a seus simpatizantes sobre o Sisu, em 2013: “É um fundo em dificuldades e, portanto, agride pessoas no tribunal”.

O Fundo perdeu muitos casos que apresentou para protestar contra a administração do conselho. Agora, no Tribunal de Recursos, terá um desafio para a venda final do conselho de metade da Ricoh, sua empresa operacional, além de um arrendamento prolongado ao Wasps, em 2014.

Sob a propriedade de Sisu, o Coventry City enfrentará a ‘falta de moradia’ em maio, quando o subarrendamento ao time de rúgbi terminará sem nenhum acordo para jogar em qualquer lugar da próxima temporada.

"É amplamente sabido que existem obstáculos - na forma do atual processo judicial - que impedem um acordo de longo prazo", afirmou o clube.

"A menos que esses obstáculos tenham sido superados pelo tempo, as discussões para a temporada 2019-20 normalmente começariam. Então, lamentavelmente, não estaremos em posição de entrar nessas discussões”.

O declínio de Coventry e a perda da locação da Ricoh, é uma das sagas mais tristes e enlouquecedoras do futebol moderno.

O conselho da cidade construiu o estádio de 32.000 lugares especialmente para o clube de futebol. No acordo, o time e o conselho dividiriam as receitas do estádio.

Em 2001, o clube foi relegado para o campeonato depois de admiráveis - agora maravilhosos - 34 anos no topo da temporada.

As dificuldades financeiras que se seguiram, levaram os então donos a vender sua participação de 50% na empresa operadora do estádio a um fundo local que tinha uma longa associação com o clube, o Alan Edward Higgs Charity.

Sempre se imaginou que, quando o clube fosse financeiramente capaz, compraria essa meia parte de volta, e tinha uma opção contratual para fazê-lo por um mínimo de 6,5 milhões de euros, desde que tivesse o consentimento do conselho.

O Sisu comprou o clube em dezembro de 2007 e perdeu cerca de 36 milhões de euros, principalmente na contratação de jogadores para tentar ganhar a divisão que daria o acesso à Premier League.

Em 2014, o o fundo de investimentos voltou a buscar a participação de 50% da empresa operadora do estádio, que tinha a opção de compra. Mas em abril de 2012, o Hedge Fund começou a suspender o pagamento de qualquer parte do aluguel legalmente em débito na arena.

Hickinbottom, juiz da ação entre as empresas administradoras do clube, foi claro em seu julgamento de que essa "greve de aluguel" deliberadamente "afligia a posição financeira" da empresa operacional, o que reduziu seu valor, e que a estratégia da Sisu "dependia da compra barata na Arena".

O mais recente processo judicial dos donos da equipe foi um desafio à legalidade do conselho em vender sua metade da empresa e estender o contrato para o Wasps.

Como em outros casos, o Sisu o fez falhar, enquanto o conselho foi novamente considerado como tendo seguido os procedimentos adequadamente, incluindo consultoria de comissionamento e uma avaliação independente da KPMG.

Uma ocupação feliz e frutífera da Ricoh, poderia ter sido o clube de futebol, mas, em vez disso, está olhando apenas alguns meses para o subcontrato de um ano.