<
>

Premier League: Goleiro Etheridge, do Cardiff City, precisou vender casa e carro, mas agora é herói

Um verdadeiro "desconhecido" vem chamando a atenção neste início de Premier League: o goleiro Neil Etheridge, de 28 anos, do modesto Cardiff City.

Filho de pais filipinos, ele iniciou sua carreira na base do Chelsea e teve passagem por vários times de menor expressão da Inglaterra, como Walsall, Oldham Athletic e Crewe Alexandra, antes de chegar à equipe do País de Gales e conquistar o acesso à elite em 2017/18.

Nesta temporada, já defendeu dois pênaltis em duas rodadas: um na derrota por 2 a 0 para o Bournemouth e outro no empate por 0 a 0 com o Newcastle - o segundo, aliás, foi batido pelo brasileiro Kenedy, ex-Fluminense.

Dessa forma, Etheridge se tornou o primeiro goleiro a defender um pênalti em sua estreia na Premier League desde que Allan McGregor, então do Hull City, pegou um contra o Chelsea, em 2013, e igualou o norueguês Erik Thorstvedt, que também defendeu dois em duas rodadas pelo Tottenham, em 1992.

O mais impressionante sobre o jogador da seleção das Filipinas, porém, é que ele viveu um verdadeiro drama financeiro antes de brilhar no Campeonato Inglês com o Cardiff.

Em 2013/14, seu contrato com o Fulham acabou, e de repente ele se viu desempregado. De família modesta, logo viu suas economias começarem a minguar, e teve que se virar para pagar as contas.

"Fiquei cinco meses sem nenhum time. Paguei para poder treinar com o Charlton, trabalhei com o preparador de goleiros dele, e esperei... Vendi minha casa, meu carro e fiquei a uma semana de largar tudo e ir para as Filipinas", contou Etheridge.

No fim das contas, porém, tudo deu certo.

"O Oldham acabou me oferecendo um contrato para ser goleiro reserva e aceitei", relatou o atleta, que viveu de favor na casa de um amigo no pouco tempo em que defendeu a equipe na 3ª divisão da Inglaterra: "Eu dormia no sofá", lembrou.

O arqueiro acabou fazendo só um jogo pelo Oldham, mas foi o suficiente para chamar a atenção do Charlton, o mesmo time em que ele havia pagado para treinar anteriormente. Em 2014/15, foi contratado pelo clube.

Na temporada seguinte, Etheridge foi repassado ao Walsall, equipe pela qual finalmente conseguiu jogar com regularidade. Fez 93 partidas pelo pequeno clube com destaque antes de ser comprado pelo Cardiff City para ser o "paredão" na busca pelo acesso.

Tomando apenas 37 gols em 45 jogos, ele ajudou a agremiação galesa a chegar à Premier League e virou ídolo da torcida. Status que ficou ainda maior agora, depois dos dois pênaltis defendidos nas primeiras rodadas da maior liga da Europa.

"Toda essa experiência me fez uma pessoa mais forte", exaltou o atleta.

"Tudo o que passei é da vida de um futebolista. Fui da base do Chelsea, tive chance de jogar Premier League e Liga Europa e fiquei desempregado. Tudo isso agora está no passado, mas são memórias que ficarão para sempre comigo", emocionou-se.

Agora, ele quer continuar na trilha do sucesso.

"O ano está sendo fantástico para mim até agora. Subimos para a Premier League a as Filipinas se classificaram para a Copa da Ásia pela primeira vez na história. Sou o primeiro filipino a jogar na liga inglesa também. O caminho foi longo e árduo, mas estou orgulhoso", finalizou o dono de 59 partidas pela seleção filipina.