<
>

Croácia vence Senegal em último amistoso antes da Copa do Mundo 2018

Kramaric comemora o gol da virada contra Senegal Getty Images

Em seu último amistoso antes da Copa do Mundo, a Croácia mostrou poder de reação para derrotar o Senegal, por 2 a 1, em Osijek, no Stadion Gradski vrt, e se despedir de sua torcida com um triunfo. Os senegaleses dominaram o primeiro tempo, mas só abriram o placar no começo da segunda etapa, com Ismaila Sarr.

Na reta final, os croatas foram com tudo para o ataque e viraram a partida através de Ivan Perišić e Andrej Kramaric.

A próxima partida das duas seleções já será pelo Mundial. A equipe Zlatko Dalic estreia na maior competição de futebol do planeta no dia 15 de junho, quando enfrenta a Nigéria em Kaliningrado. Enquanto os senegaleses jogam contra a Polônia apenas no dia 19, em Spartak.

O Jogo

Desde o apito inicial do árbitro, as duas equipes deixavam claro qual estratégia adotariam na partida. A Croácia adiantava sua linha de defesa e trocava passes no campo de ataque procurando o momento certo para uma infiltração na área. O Senegal, por sua vez, se postava no campo de defesa e buscava sair em velocidade nos contra-ataques.

A tática dos croatas deu mais resultado na primeira metade da partida, facilmente controlada pelos integrantes do grupo D da Copa do Mundo. Porém, a superioridade só resultou em uma chance de gol.

Na metade final da primeira tapa foi a vez dos senegaleses tomarem conta do jogo. Em jogadas de poucos toques na bola, os comandados de Aliou Cissé criaram três boas oportunidades de gol, porém, esbarraram na ineficiência dos arremates. Na quarta, enfim, o placar foi aberto a favor dos leões.

Logo aos três minutos do segundo tempo, o meio-campista N’Diaye alçou bola na área e Sarr acertou um belo chute para estufar as redes. Aos 18, Perišić mostrou sua qualidade na cobrança de falta e empatou a partida.

Mesmo com o empate, a Croácia não diminuiu o ímpeto ofensivo e virou a partida instantes depois, quando o atacante Kramarić aproveitou rebote do goleiro e apenas empurrou a bola para o fundo das redes.

O Senegal se lançou ao ataque nos minutos finais do duelo e teve nos pés de Mané, seu principal nome. Porém, o atacante do Liverpool decretou a derrota de seu país ao cobrar falta da entrada da área para fora.