<
>

Seleção de Tite deixa dois 'furos' no álbum da Copa e deixa situação parecida com a do penta

A convocação de Tite confirmou nesta segunda-feira os 23 jogadores que representarão o Brasil na Copa do Mundo de 2014, na Rússia. E também revelou dois erros no tradicional álbum de figurinhas da competição: Daniel Alves e Giuliano.

O primeiro dos erros, claro, foi um azar. Daniel Alves era nome certo na convocação, mas sofreu uma lesão no joelho na última semana que acabou encerrando o sonho do Mundial.

O segundo foi uma opção técnica de Tite. Giuliano esteve em várias das listas do treinador e parecia caminha rumo à Copa do Mundo. Em meio ao período, porém, ele trocou duas vezes de clube: do Grêmio para o Zenit (RUS) e depois para o Fenerbahce (TUR). Assim, acabou preterido por Taison, atualmente no Shakhtar (TUR).

Os ‘erros’ do álbum não são novidades e são explicados sempre pela antecedência com que ele é lançado – já está nas bancas desde o mês de março.

Em 2018, porém, a Panini errou mais que em 2014, quando só fez uma previsão ruim: Robinho. Em 2006 e 2010, foram três erros em cada.

Para os supersticiosos, uma ótima notícia: o cenário atual é quase o mesmo de 2002, ano do último título brasileiro. Na ocasião, também foram dois erros, sendo um por lesão (o volante Emerson) e outro por opção do então treinado Luiz Felipe Scolari (o zagueiro Juan).

A única diferença é que Emerson chegou a estar na lista dos convocados e se machucou apenas dias antes do Mundial, já em treinamento da seleção. Ele acabou substituído por Ricardinho.