<
>

Súmula de Atlético-MG e Corinthians tem objeto em campo e crítica de cartola atleticano

Bruno Cantini / Atlético

A atuação do árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva, do Pará, foi criticada pelos dois lados do jogo entre Atlético-MG e Corinthians, na tarde desse domingo, no Independência. Se Carille não gostou do juiz, o Atlético também não ficou satisfeito. A parte mineira, no entanto, foi citada na súmula.

No documento, Dewson disse que o diretor de futebol do Atlético, Alexandre Gallo, desceu até o local próximo aos vestiários da arbitragem para reclamar.

“No intervalo da partida, na saída do campo de jogo para o vestiário, ao passar na zona mista, o senhor Alexandre Gallo, diretor de futebol do Clube Atlético Mineiro, proferiu as seguintes palavras para a equipe de arbitragem: ‘Porra, assim vocês f.. com todo o nosso trabalho, inaceitável um erro desse’”.

O Corinthians também deixou o gramado chateado com a atuação do árbitro. O clube paulista reclama de um pênalti não marcado em Maycon.

O juiz do jogo relatou ainda um copo jogado no campo, que acertou o quarto árbitro, logo após o lance polêmico no 1º tempo.

Ele, no entanto, ressaltou que o torcedor foi identificado e as providências foram tomadas.