<
>

Thiago Neves brilha, e Cruzeiro está na final do Campeonato Mineiro

O Cruzeiro está na final do Campeonato Mineiro. A classificação veio nesta tarde de domingo após vitória por 2 a 1 contra o Tupi. O grande nome da classificação foi de Thiago Neves, que marcou os dois gols no confronto.

O jogo logo no começo deu mostras de que seria como o previsto ao longo da semana. A derrota na ida obrigava o Tupi a sair pro jogo e arriscar ofensivamente para conseguir a classificação. Do outro lado, o Cruzeiro sabia de sua vantagem técnica e procurava explorar os buracos na defesa adversária.

Quem chegou com mais perigo primeiro foram os mandantes. Bela troca de passes no campo ofensivo e Rafinha, após belo passe de cabeça de Thiago Neves, não soube aproveitar e chutou para fora.

Mas nem deu para lamentar muito a chance perdida. Aos 16, apenas três minutos após quase marcar, o Cruzeiro abria o marcador. Wellington errou ao afastar a bola na defesa, Thiago Neves recuperou, trocou passes com Robinho e finalizou para fazer 1 a 0.

O que ninguém esperava, porém, era que viesse logo em seguida um balde de água fria. João Vítor pegou a bola do lado direito do ataque, fintou para o meio e chutou forte no canto direito de Fábio, sem chances para o goleiro cruzeirense.

A igualdade no placar escondia a superioridade do Cruzeiro na partida, que teve ainda mais duas chances claras de ficar novamente em vantagem com Thiago Neves - um gol anulado - e Bruno Silva.

O ponto negativo fica por mais uma lesão de Fred. O atacante dividiu com o zagueiro Sidimar e no choque saiu com o joelho direito lesionado. Sentindo muitas dores, o jogador saiu de macas e deu lugar à Raniel.

Este era o retorno de Fred ao time titular após um mês. Ele havia se machucado na partida contra o Racing há um mês pela Libertadores e estava em processo de recuperação desde então.

Na segunda etapa, a tônica do jogo foi a mesma, com o Cruzeiro tendo o controle da partida e criando as principais chances de perigo. O Tupi buscava de todas as formas virar a partida, mas esbarrava em suas próprias limitações.

A certeza da classificação viria já na parte final do jogo. Egídio cruzou na cabeça de Thiago Neves para o meia marcar o segundo no jogo e colocar o Cruzeiro em mais uma final do Estadual.

Agora a equipe espera mais algumas horas para saber quem será seu adversário na decisão. América-MG e Atlético-MG jogam a segunda partida pela outra semifinal, que na ida terminou com os alvinegros vencendo por 1 a 0.

Na campanha até as semis, o Cruzeiro foi o melhor da competição com alguma vantagem. Liderança folgada com 29 pontos em 11 jogos, tendo nove vitórias e somente dois empates. Em partida única, passou pela Patrocinense nas quartas-de-final por 2 a 0.

O Tupi também teve um bom desempenho nas fases preliminares no Mineiro. A equipe ficou atrás apenas dos três principais do Estado - e que disputam a Série A -, terminando em quarto lugar. Mas a classificação veio com sofrimento: 4 a 2 nos pênaltis diante da Tombense após empate sem gols no tempo regulamentar.