<
>

Mais que Brasil e Argentina; seleções da América do Sul dominam rivais da Europa em amistosos

Brasil, Argentina, Uruguai, Colômbia e Peru. As cinco seleções sul-americanas classificadas para a Copa do Mundo da Rússia mostraram que não estão para brincadeira.

Todos os times entraram em campo nos últimos dias para amistosos contra alguns dos principais times da Europa. E o resultado? Domínio completo.

Na sexta-feira, a seleção brasileira encarou a Rússia em um dos estádios que receberão o Mundial. E, depois de um primeiro tempo morno, Miranda, Philippe Coutinho e Paulinho marcaram na tranquila vitória por 3 a 0 sobre os donos da casa da Copa.

Mas era apenas o começo de uma sequência incrível dos sul-americanos.

Também na sexta-feira, a Argentina encarou a Itália em Manchester. E nem mesmo a ausência de Lionel Messi atrapalhou. Banega e Lanzini fizeram os gols da vitória por 2 a 0 sobre os italianos que sequer estarão na Copa.

Enquanto isso, em Paris, a Colômbia garantia a vitória mais impressionante do grupo de sul-americanos nesta rodada de amistosos. A França fez 2 a 0 em 26 minutos e parecia caminhar para um resultado tranquilo. Mas Muriel diminuiu pouco depois. Falcao e Quintero, no 2º tempo, arrancaram a virada e fecharam o placar em 3 a 2 para os colombianos.

Ainda na sexta, Peru e Croácia se enfrentaram nos Estados Unidos. Carrillo fez 1 a 0 para o time de Gareca no 1º tempo. Cueva deu grande assistência para um belo gol de Édison Flores, e os peruanos venceram o time de Modric e companhia por 2 a 0.

E se você acha que acabou, está enganado.

Até mesmo o Chile, que está fora da Copa, venceu uma seleção da Europa que está no Mundial.

Neste sábado, Vidal marcou um golaço. A Suécia, jogando em casa, empatou. Mas Bolados fez o 2º gol chileno nos acréscimos. No fim, 2 a 1 na estreia do treinador Reinaldo Rueda.

Seis jogos, seis vitórias. Por mais equilibrada que uma Copa do Mundo possa ser, os times da América do Sul mostram que estão prontos para dar muita dor de cabeça em solo russo.