<
>

Classificação na Argentina faz Corinthians repetir feito que não conseguia há uma década pela Libertadores

O Corinthians eliminou o Boca Juniors e retornou à fase quartas de final da Conmebol Libertadores pela primeira vez desde 2012


Um dia após comemorar os dez anos de sua única conquista na Conmebol Libertadores, o Corinthians voltou a se classificar para a fase das quartas de final da competição, na noite da última terça-feira, diante do mesmo Boca Juniors, em plena La Bombonera.

Isso não acontecia justamente desde 2012.

Naquele 4 de julho, o Timão levantou o inédito caneco após fazer 2 a 0 em cima dos xeneizes no Pacaembu. Já em 5 de julho de 2022, foi a vez de deixar o "fantasma" das oitavas para trás e voltar a passar de fase. Foi difícil, nos pênaltis, mas aconteceu.

Depois da conquista em 2012, o Corinthians havia parado nas oitavas em 2013 (Boca Juniors), 2015 (Guaraní-PAR), 2016 (Nacional-URU) e 2018 (Colo-Colo-CHI), além de ter caído na segunda fase em 2020 (Guaraní-PAR).

Ou seja: na atual década, aquele ano havia sido a última vez que o Alvinegro tinha avançado para além das oitavas.

O Corinthians foi até a Bombonera e conquistou sua classificação para as quartas de final da Libertadores ao bater o Boca Juniors nos pênaltis, com duas defesas de Cássio, após 0 a 0 no tempo normal e muita pressão argentina durante os 90 minutos.

Agora, os alvinegros esperam o vencedor de Flamengo e Tolima, que acontece nesta quarta, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã.

O Rubro-Negro venceu por 1 a 0 na Colômbia. Nas quartas, as disputas acontecerão de 2 a 4 de agosto (ida) e 9 a 11 de agosto (volta).