<
>

São Paulo tem 'chuva' de suspensos e setor mais crítico do time é o que mais vai sofrer em jogo contra o Atlético-MG

Equipe de Rogério Ceni terá 5 suspensos para enfrentar o Atlético-MG fora de casa


Jogado fora de casa pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, o São Paulo enfim venceu seu primeiro jogo longe do Morumbi no campeonato ao bater o Atlético-GO por 2 a 1 com dois gols marcados por Luciano.

A vitória fora teve um "custo", já que o jogo em Goiânia foi muito pegado e teve sete cartões amarelos para o time de Rogério Ceni, sendo que muitos dos amarelados estavam pendurados.

São eles: Diego Costa, Léo Pelé, Luciano, Gabriel Neves e Rodrigo Nestor. Todos não enfrentam o Atlético-MG, no Mineirão, no domingo pelo Brasileiro.

O setor que mais sofre com isso certamente é a zaga, já desfalcado até o ano que vem praticamente por conta da cirurgia de Arboleda no tornozelo. Fora que tirando os três que têm sido titulares de zagueiro (Diego Costa, Léo e Miranda), nenhum outro jogador sequer foi utilizado com alguma frequência na posição.

É de se pensar que Luizão, de 20 anos e formado em Cotia, irá ganhar uma oportunidade contra o Galo. Desde que subiu para o profissional após a Copinha, ele acumula 10 minutos em campo na equipe de Ceni. Provavelmente ele formará um trio de zaga com Miranda e Beraldo, de 18 anos e também da base, que atuou já por 90 minutos contra o Ayacuchu na fase de grupos da Copa Sul-Americana.

Como a lesão de Arboleda é séria, a diretoria tricolor provavelmente irá ao mercado trazer um zagueiro experiente para compôr o elenco. Walce, cria da base, tem se recuperado de diversas cirurgias no joelho e não atua pelo profissional desde 2019 por conta desses problemas.

Por conta das expulsões de Calleri, Nestor e Igor Vinícius na Sul-Americana, Rogério Ceni deve fazer um rodízio forçado no elenco até a outra quinta-feira, dia 14, quando o clube terá pela frente o jogo de volta das oitavas da Copa do Brasil, contra o Palmeiras, no Allianz Parque.

Além dos 5 suspensos, Arboleda, Luan, Caio e Gabriel Sara são desfalques certos por conta de cirurgias. Destes, apenas Sara deve voltar ainda neste ano. Talles Costa, Nikão e Colorado estão em fase de transição de lesões e ainda são dúvidas para o fim desta semana, o que poderia elevar o número de desfalques para 12 atletas.