<
>

Amigos fora de campo, Abel Ferreira se derrete por Felipão após duelo entre Palmeiras e Athletico: 'Tenho muito a aprender'

Ídolos do Palmeiras, Felipão e Abel trabalharam juntos em um período na seleção de Portugal


Fechando a noite de sábado (2) da 15ª rodada do Brasileirão, o Palmeiras recebeu no Allianz Parque o Athletico-PR, mas foi surpreendido. Com gols de Vitor Roque e Vitor Bueno, o Furacão venceu por 2 a 0.

Após a partida, em entrevista coletiva, Abel Ferreira comentou a relação que possui com Felipão, seu antigo treinador na época da seleção de Portugal e ídolo palmeirense, após enfrentamento.

“Se o mundo tivesse pessoas como ele (Felipão), certamente o Brasil e o mundo seriam um lugar melhor. O abraço que lhe dei foi de gratidão. Primeiro, como jogador, porque fui jogador dele. Segundo, como treinador, porque o acho muito competente. Foi o último campeão do mundo pelo Brasil, jogando dessa maneira e bem", disse.

"Ele tem 73 anos, eu tenho 43, tenho muito que aprender com ele, porque conhece muito bem o futebol brasileiro, como se ganha. E muita gratidão como português que sou. Porque foi uma pessoa que mudou mentalidades em Portugal, porque mudou a forma de torcer em Portugal. Não me esqueço das bandeiras que todos começaram a colocar em suas casas para torcer”, completou.

O Palmeiras segue líder da competição, com 29 pontos, mas vê a distância para os rivais cair para dois pontos. O Athletico, por sua vez, ‘pega o elevador’ e sobe para a segunda posição, com 27 pontos, ao lado do Atlético-MG.

Na 16ª rodada, o Athletico visitará o Goiás, enquanto o Palmeiras encara o Fortaleza fora de casa. Antes disso, pela Conmebol Libertadores, o Furacão joga contra o Libertad e o Alviverde contra o Cerro Porteño. Os dois jogos são válidos pela volta das oitavas de final.