<
>

Chelsea deve confirmar cartola ex-Grupo City e NFL como novo chefão e prepara 'batalha' por nome do Liverpool

play
Neymar no Chelsea? Brasileiro foi alvo de críticas de ex-Chelsea e campeão do mundo no ESPN FC europeu: 'Circo' (2:04)

Craig Burley, ex-Chelsea e Escócia, e Frank Leboeuf, ex-Chelsea e campeão do mundo com a França, criticaram Neymar no ESPN FC (2:04)

O Chelsea deve confirmar em breve a contratação de Tom Glick, ex-executivo do Grupo City e CEO do Carolina Panthers, da NFL


O Chelsea deve confirmar em breve a chegada de Tom Glick, ex-executivo do Grupo City e presidente do Carolina Panthers, da NFL, como o novo cartola para comandar o dia a dia do clube, segundo fontes confirmaram à ESPN.

O norte-americano será nomeado diretor do clube e, embora um cargo exato ainda não esteja claro, assumirá muitas das responsabilidades anteriormente detidas por Marina Granovskaia na administração dos Blues.

O Chelsea anunciou a saída de Granovskaia na semana passada como parte de uma revisão nos bastidores após a aquisição por um consórcio liderado por Todd Boehly, proprietário do LA Dodgers.

O presidente Bruce Buck, o executivo-chefe Guy Lawrence e o conselheiro técnico e de desempenho Petr Cech também deixaram o clube nos últimos dias, com Boehly atuando como diretor esportivo interino.

Granovskaia foi eleita a melhor diretora do futebol europeu no prêmio Golden Boy em 2021. Ela começou a trabalhar no Chelsea quando Roman Abramovich, ex-proprietário, adquiriu o clube de Londres, em 2003, assumindo o comando das transferências e contratos em 2013.

Tom Glick levará uma experiência significativa no futebol para Stamford Bridge.

O norte-americano atuou como executivo-chefe do Derby County entre 2008 e 2012, que incluiu a última promoção do clube para a Premier League.

Glick passou a ser nomeado diretor comercial da holding que comanda o Manchester City, a City Football Group, enquanto também passou um tempo como presidente do New York City FC durante sua temporada inaugural na Major League Soccer.

Ele retornou aos EUA como presidente do Carolina Panthers, da NFL, e de sua holding Tepper Sports and Entertainment, e desempenhou um papel de liderança na entrada do Charlotte FC na MLS nesta temporada. Glick deixou o cargo em fevereiro.

Enquanto uma nova estrutura nos bastidores do Chelsea continua a tomar forma, fontes disseram à ESPN que Michael Edwards, ex-diretor esportivo do Liverpool, é a escolha preferida de Todd Boehly para assumir o posto nos Blues.

Há a expectativa de que o clube de Londres enfrente forte concorrência de vários clubes pela contratação devido ao seu sucesso em Merseyside. Edwards, de 42 anos, também quer fazer uma pausa no futebol.

Informações de James Olley, repórter da ESPN em Londres, foram usadas nesta reportagem.