<
>

Presidente do São Paulo reclama de arbitragem após vitória na Sul-Americana: 'Perdeu o controle da partida e nos prejudicou'

play
Rogério Ceni vê São Paulo muito prejudicado contra a Universidad Católica: 'O árbitro dá beijos nos jogadores deles' (1:13)

Apesar do placar elástico, o jogo foi cercado de drama porque o São Paulo teve três expulsos no segundo tempo. (1:13)

São Paulo conseguiu sair na frente da Universidad Católica terminando a partida com três jogadores a menos por conta de expulsões


Com três jogadores expulsos, o São Paulo derrotou o Universidad Católica por 4 a 2 nesta quinta-feira (30) no estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, no Chile, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Após a partida, o presidente são-paulino elogiou o espírito de sua equipe na partida, mas fez duras críticas à arbitragem do uruguaio Christian Ferreyra.

“Quero enaltecer a luta da nossa equipe, que fez uma grande exibição e demonstrou um enorme espírito de luta, principalmente depois que a arbitragem perdeu o controle da partida e claramente nos prejudicou”, disse Julio Casares.

“O número de cartões recebidos foi maior do que o número de faltas cometidas pelo São Paulo. Arbitragens como essa atrapalham não só o São Paulo, mas o bom andamento da competição”, completou Casares.

Com este resultado, o São Paulo pode perder até por um gol de diferença na quinta-feira que vem, no Morumbi, que mesmo assim avança para as quartas de final da Sul-Americana.

O adversário do vencedor deste confronto será Ceará ou The Strongest. No jogo de ida, o Vozão venceu na Bolívia por 2 a 1.