<
>

Ronaldo responde com bom humor sobre Neymar no Cruzeiro e opina sobre futuro do atacante no futebol

play
Ronaldo tenta explicar por que seleção brasileira de 2006 fracassou na Copa do Mundo: 'Era o time dos sonhos...' (3:10)

'Não dá para vencer sempre', lamentou Ronaldo no PodCopa (3:10)

Ex-atacante ainda projetou possibilidades da seleção brasileira na Copa do Mundo com seu camisa 10


A imprensa europeia já começa a dar como certa a saída de Neymar do PSG na janela de transferências por conta de um desejo do clube de reformular seu projeto. Com isso, muitos pedidos e sonhos de que ele voltasse ao Brasil começaram a surgir.

Em evento pela celebração do aniversário de 20 anos do pentacampeonato da Copa do Mundo, Ronaldo, dono do Cruzeiro, foi perguntado sobre a possibilidade de contratar o camisa 10 e tratou o assunto com bom humor.

"Estamos com pouca dívida, né? (risos) Contrair mais uma, tranquila...", brincou antes de projetar o futuro de Neymar com a camisa de clubes da Europa na próxima temporada.

"Mas fora as brincadeiras, não acredito que o Neymar tenha algum problema de ficar no PSG ou encontrar outro time grande na Europa", afirmou.

Em outra pergunta, Ronaldo também falou sobre as chances da seleção brasileira na Copa do Mundo do Qatar no final do ano, além de celebrar o evento promovido pela CBF na noite desta quinta-feira (30).

“A seleção brasileira através das gerações consegue ter um ambiente muito bom do grupo. Isso é muito importante. Acredito que a seleção chega como favorita para a Copa e se o Neymar estiver 100% temos grandes chances de ganhar”, disse.

“É o principal da noite encontrar a galera, os amigos, reviver aquela Copa do Mundo que foi maravilhoso para todos nós. Colocar a resenha em dia vai ser o prato principal. Toda história foi muito perfeita para mim. O início assustador com a lesão e a recuperação. Depois chegar de última hora, conquisto meu espaço, ganhamos a Copa, fui artilheiro, foi espetacular. A Copa se desenhou com muitos obstáculos, mas foi maravilhoso me testar. Aquela lesão mudou a minha vida em todos os sentidos. Terminar a temporada com a Copa foi a melhor das recompensas”, finalizou.