<
>

Palmeiras: Rony iguala Pelé e Zico na artilharia da Libertadores e Abel defende o atacante de críticas

Equipe de Abel Ferreira não teve bom primeiro tempo, mas conseguiu ótimo resultado no Paraguai com gols de Rony


Jogando no Defensores del Chaco, no Paraguai, nesta quarta-feira, o Palmeiras venceu o Cerro Porteño por 3 a 0 no duelo de ida das oitavas de final da Conmebol Libertadores.

Os dois primeiros gols do Verdão foram marcados por Rony, maior artilheiro da história do clube na competição sul-americana. Murilo fez o terceiro do alviverde.

Rony chegou agora a 16 gols na carreira na Libertadores, igualando-se a ninguém menos que Pelé e Zico entre os maiores artilheiros brasileiros da competição.

Na entrevista coletiva, Abel Ferreira rasgou elogios ao atacante. "Tem aquilo que gosto de ver num homem, no jogador: caráter. A qualidade depois é com trabalho. Ele tem isso, caráter. Não sabia desse recorde dele. Tenho uma admiração e gratidão muito grande pelos nossos jogadores. Por isso que me custa, se são os nossos vizinhos criticando a nossa equipe, a gente já sabe como funciona. Agora, os meus? Os nossos? Os da minha família? Não posso aceitar perante estes números (recordes). Quem é que não erra na vida? Quem não faz besteiras? Quem é perfeito no seu trabalho? Eu não conheço ninguém perfeito".

"Às vezes queremos que os jogadores sejam perfeitos, eles jogam com os pés, não com as mãos. Os jogadores jogam com a cabeça. Fico muito contente por ele (Rony), mas quando ele faz os gols agradece a quem lhe passou, àqueles que de trás cortaram, porque isso aqui é uma equipe, um elenco, é um time. Ganhamos quando nos transformamos em um time. O resto é consequência do nosso trabalho. Dos nomes que me fala, Zico, Pelé, estamos falando do Rony é fruto do trabalho de todo o grupo. Depois, dentro do coletivo, as individualidades vão surgindo de forma natural", completou.

Veja abaixo a lista dos maiores artilheiros brasileiros na história da Libertadores:

1 – Luizão: 29 gols
2 – Gabigol: 26 gols
3 – Fred e Palhinha: 25 gols
5 – Célio Taveira: 22 gols
6 – Jairzinho: 21 gols
7 – Guilherme, Ricardo Oliveira e Bruno Henrique: 19 gols
10 – Marcelinho Carioca, Sérgio João e Tita: 18 gols
13 – Robinho: 17 gols
14 – Rony, Pelé, Jardel e Zico: 16 gols
18 – Alex e Leandro Damião: 15 gols
20 – Raphael Veiga, Rogério Ceni, Neymar, Thiago Ribeiro e Washington: 14 gols