<
>

De estrela maior a coadjuvante: como Neymar virou apenas 'mais um' em lançamentos de camisas do PSG

play
Com Neymar ao lado de Mbappé, Messi e outros astros, PSG divulga novo uniforme (0:56)

Via @PSGbrasil I Clube mostra a camisa que vai usar na temporada 2022/2023 (0:56)

Craque apareceu nas fotos como um coadjuvante em lançamento da nova camisa do Paris Saint-Germain


Uma das contratações mais bombásticas da história do Paris Saint-Germain, Neymar parece estar perdendo espaço e prestígio no clube francês com o passar dos anos. Um ponto importante que ajuda a provar a tese é a divulgação da nova camisa da equipe para a temporada 2022/23.

Nas principais fotos do lançamento do uniforme, Neymar aparece ao lado das outras estrelas e não mais ao centro, local principal da imagem. Os grandes destaques são Kylian Mbappé, que recentemente acertou sua renovação de contrato até 2025 por cifras estratosféricas, além de Lionel Messi, principal contratação do clube em agosto de 2021.

É notável que Neymar está cada vez ‘menos protagonista’ nas fotos, principalmente se comparado com o ocorrido nos últimos anos. Em 2017, por exemplo, ano de sua chegada a Paris, o craque era o principal nome, estando à frente dos demais nas imagens.

Tal fato também aconteceu entre 2018 e 2019. Na época, os zagueiros Marquinhos e Thiago Silva, além de Mbappé, também foram destaques no lançamento da linha ‘Jordan’ de roupas esportivas do PSG. Neymar ficou um pouco mais ao lado, perdendo o posto de figura central.

Em 2021/22, no lançamento do terceiro uniforme, Neymar aparece novamente atrás nas fotos, na mesma posição, por exemplo, de Angel Di María, nome que não teve a renovação de contrato discutida com o PSG e que deixou o clube ao final da última temporada.

Na última terça-feira (28), o diário El País informou que a diretoria do PSG avisou a Neymar que não quer mais contar com seus serviços e que irá ao mercado para oferecê-lo a outros clubes.

De acordo com o veículo, a decisão da alta cúpula do Paris já estava formada, mas ganhou ainda mais força quando Kylian Mbappé renovou seu contrato com a equipe e deu a "ordem" para que o brasileiro deixasse o time.

A bomba nos bastidores vem poucos dias depois do presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, conceder entrevista ao jornal Le Parisien na qual declarou que iria colocar fim à "era do glitter" no vestiário do time. Clique aqui e confira a reportagem completa.