<
>

Brasileirão: Goiás bate o Cuiabá em casa, volta a vencer após quatro jogos e sai do Z-4

Goiás venceu Cuiabá por 1 a 0 pelo Brasileirão com gol de Pedro Raúl


Em disputa pela parte de baixo da tabela, Goiás e Cuiabá se enfrentaram na noite deste domingo no estádio da Serrinha, em Goiânia (GO). A partida, válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, terminou com vitória dos mandantes por 1 a 0. Pedro Raul foi o autor do único gol do confronto.

Com o resultado, os donos da casa voltaram a vencer na competição após quatro partidas e saíram da zona do rebaixamento, subindo para a 14ª colocação, com 17 pontos ganhos. Já o Cuiabá amargou o quarto jogo sem vitória e perdeu a chance de fugir do Z-4. O time do Mato Grosso figura na 18ª posição e soma 13 pontos no campeonato.

Pela próxima rodada, o Goiás visita o América-MG no domingo (3), às 18 horas (de Brasília), no Independência. Por sua vez, o Cuiabá também joga fora de casa - enfrenta o Avaí, na Ressacada, a partir das 11 horas do mesmo dia.

O Jogo

A primeira grande chance da partida aconteceu aos 11 minutos do primeiro tempo. Vinícius cruzou pela direita e Diego cabeceou sozinho, ajeitando para Pedro Raul. Porém, antes que a bola chegasse ao atacante do Goiás, Alan Empereur desviou para escanteio.

Aos 16, foi a vez do Cuiabá chegar. André Luis cruzou, Yan Solto tentou tirar, mas acabou cabeceando contra o gol e acertou o travessão. No rebote, Elton perdeu o gol dentro da pequena área.

Aos 40 minutos, mais uma bola no travessão do goleiro Tadeu. Rafael Gava decidiu arriscar de longe e levou muito perigo, mas a bola subiu um pouco e bateu no poste.

A segunda etapa demorou para apresentar alguma boa chance. Entretanto, aos 34 minutos, Diego cruzou e Pedro Raul pegou de primeira, chapando no canto esquerdo de Walter, para tirar o zero do placar.

A recuperação do Cuiabá ficou ainda mais complicada aos 37 minutos. O zagueiro Alan Empereur impediu um ataque do Goiás e fez falta em Renato Junior. Assim, recebeu o segundo amarelo e acabou sendo expulso do jogo.