<
>

Textor diz por que Botafogo não se interessou por Fabregas: 'Talvez a gente se arrependa'

play
Cesc Fàbregas foi oferecido a grande clube brasileiro, informa Hofman (1:17)

Comentarista também analisa encaixe do jogador na equipe (1:17)

Astro do futebol europeu, Fabregas não interessou a John Textor, dono da SAF do Botafogo


Sob nova direção, o Botafogo tem causado furor no mercado da bola. Com dinheiro para investir e falando em nomes como Cavani, James Rodríguez e Zahavi, o clube alvinegro também virou alvo de empresários, que chegaram a oferecer Cesc Fàbregas na última quinta-feira. O nome, no entanto, não empolgou.

Neste domingo, após a derrota no clássico para o Fluminense por 1 a 0, o americano John Textor explicou por que não avançou no negócio pelo meia que está livre no mercado depois de deixar o Monaco. O dono da SAF alvinegra citou a idade como um dos fatores.

"Eu sabia que ele estava disponível. Obviamente, é um jogador lendário. É obrigatório dar uma olhadinha. Mas temos um movimento mais jovem aqui no Botafogo, especialmente numa posição chave, posições orientadas para o ataque, não acho que ele seja o perfil do que estamos procurando”, respondeu Textor.

“É um grande jogador, vai acabar em algum lugar. Talvez ele vá muito bem e a gente se arrependa. Mas ele não é o perfil do que queremos construir agora", completou.

Pelas oitavas da Copa do Brasil, o Botafogo volta a campo na próxima quinta-feira (30), a partir das 19h (de Brasília), para o jogo de ida contra o América-MG, em Belo Horizonte.