<
>

Abel se recusa a falar de São Paulo x Palmeiras e expressa preocupação: 'Não sou mágico'

Líder do campeonato, Verdão contou com o retorno de Abel Ferreira no banco de reservas


Jogando fora de casa na Ressacada, o Palmeiras, com um time misto, ensaiou uma virada, mas ficou no empate contra o Avaí por 2 a 2 neste domingo, em duelo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Na entrevista coletiva, Abel Ferreira, que retornou ao banco de reservas após se recuperar da COVID-19, se recusou a responder uma pergunta sobre a derrota para o São Paulo pela Copa do Brasil na quinta-feira.

"Isso é parte do passado. Eu não vivo do passado. Vivo aqui e agora", disse o português.

Apesar do vacilo de ter deixado a vitória escapar na Ressacada, Abel comemorou não ter jogadores machucados para a sequência da temporada, com o duelo contra o Cerro Porteño pelas oitavas da Conmebol Libertadores na quarta-feira.

"Com a quantidade de jogos que há, eu rezo. Vocês viram os jogadores que se lesionaram no jogo do Flamengo, do Corinthians, no Atlético-MG. O que eu faço, porque não sou mágico, é pedir para continuar a ter saúde.Temos uma série de jogos decisivos com dois dias de intervalo. Isso só acontece em um lugar no mundo. Aliás são os outros que estão errados".