<
>

Brasileirão: São Paulo fica só no empate contra o lanterna Juventude e segue fora do G-6

Time de Rogério Ceni comandou as ações e chutou inúmeras vezes ao gol, mas não conseguiu balançar as redes


Jogando no Morumbi, o São Paulo decepcionou seu torcedor e ficou num empate sem gols contra o Juventude, que iniciou a rodada na lanterna e não vencia havia 4 partidas, em duelo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O primeiro tempo foi sem grandes emoções, com as duas equipes não criando muitas chances. O São Paulo até dominou a posse de bola, mas o máximo que conseguiu criar foram "chuveirinhos" na área adversária.

No segundo tempo, o roteiro seguiu o mesmo. Rogério Ceni aos poucos foi colocando alguns titulares que estavam no banco de reservas como Calleri, Diego Costa e Rodrigo Nestor.

Mas a melhor chance criada pelo São Paulo veio de uma bola parada. Após um desvio, Miranda ficou sozinho na pequena área cara a cara com o goleiro. Porém, o zagueiro conseguiu, de forma incrível, chutar para fora.

No final da partida, Calleri teve a chance de cabeça para matar o jogo, subindo sozinho na cara do gol, mas desperdiçou por cima da meta adversária.

Situação do campeonato

Com este resultado, o São Paulo segue fora do G-6 do Brasileirão, que dá vaga na Conmebol Libertadores do ano que vem, que é seu grande objetivo, e vai aos 19 pontos, na oitava colocação.

Já o Juventude deixa a lanterna do Brasileirão e sobe uma posição, indo aos 11 pontos.

Próximos jogos

O São Paulo volta a jogar na quinta-feira, no Chile, contra a Universidad Católica pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Já o Juventude recebe o Atlético-MG no sábado pelo Campeonato Brasileiro.

Ficha técnica

São Paulo 0 x 0 Juventude

GOLS:

SÃO PAULO: Jandrei; Rafinha (Diego Costa), Miranda, Léo Pelé e Welington; Pablo Maia, Igor Gomes, Patrick (Nestor); Rigoni (André Anderson), Luciano (Igor Vinicius) e Eder (Calleri). Técnico: Rogério Ceni.

JUVENTUDE: César; Rodrigo Soares, Thalisson Kelven, Forster e Moraes; Jadson, Yuri Lima (Jean), Chico; Capixaba (Parede), Bueno e Ruiz (Edinho). Técnico: Umberto Louzer