<
>

Quebra de tabu histórico, goleada, viradas emocionantes e necessidade de nova 'remontada': como foi o Palmeiras sem Raphael Veiga

Meio-campista sofreu uma lesão no empate por 0 a 0 contra o Atlético-MG e poderá retornar diante do Avaí, neste domingo (26)


Com 28 pontos e na liderança do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras encara o Avaí, neste domingo (26), no Estádio da Ressacada, em duelo válido pela rodada 14 da competição.

Líder isolado e com um dos melhores elencos do país, o Alviverde poderá contar com o retorno de Raphael Veiga, recuperado da lesão na coxa direita, sofrida ainda nos minutos iniciais no empate por 0 a 0 contra o Atlético-MG, no Allianz Parque, no dia 5 de junho.

Grande nome da equipe de Abel Ferreira na temporada 2022 com 16 gols e seis assistências, o meia foi desfalque em cinco partidas e, por incrível que pareça, o time parece não ter sentido o baque.

Neste meio tempo, o Verdão somou quatro vitórias e apenas uma derrota, esta para o São Paulo, pela partida de ida da fase oitavas de final da Copa do Brasil, no Morumbi, na última quinta-feira (23).

Sem Veiga, Abel Ferreira escalou um ataque com Gabriel Verón, Dudu e Rony e com Gustavo Scarpa na função do lesionado. A nova formação caiu como uma luva logo no primeiro compromissso, este diante do Botafogo, no Allianz Parque.

Com um primeiro tempo avassalador, o Verdão atropelou o rival carioca e venceu por 4 a 0. O duelo seguinte seria o Coritiba, no temido Couto Pereira, estádio no qual o Alviverde não vencia o rival desde 1989 em partidas válidas pelo Campeonato Brasileiro.

O Palmeiras parece não ter sentido o peso do tabu, contou com gols de Dudu e Rony, venceu por 2 a 0 e embalou para o duelo contra o Atlético-GO, em seguida, novamente em São Paulo.

Após sair atrás no marcador no Allianz Parque, o Palmeiras ligou o ‘modo turbo’ e, em pouco mais de sete minutos, marcou quatro vezes (Zé Rafael, Gustavo Gómez duas vezes e Gustavo Scarpa) e foi para o intervalo vencendo por 4 a 1. A partida terminou 4 a 2 para os donos da casa.

O São Paulo seria o adversário do próximo duelo. O Verdão saiu atrás com um gol de Patrick e correu atrás do placar no restante da partida. Mas, nos minutos finais, Gustavo Gómez e Murilo marcaram e deram a virada ao Palmeiras, que somou o segundo triunfo no ano, no Morumbi, contra o rival, algo que não acontecia desde o ano de 1997.

A única derrota neste meio tempo veio justamente diante do São Paulo. Novamente com gol de Patrick, o Tricolor conseguiu segurar o placar e abriu vantagem na Copa do Brasil. O duelo da volta será no dia 14 de julho, no Allianz Parque.

O Palmeiras viverá situação semelhante à da decisão do Campeonato Paulista deste ano. Após perder para o São Paulo por 3 a 1 no Morumbi, o Verdão fez valer o fator casa, aplicou uma goleada histórica por 4 a 0, com direito a dois gols de Raphael Veiga, e ficou com o título.