<
>

Copa do Brasil: Auxiliar de Abel diz que São Paulo mereceu vencer Palmeiras, mas reclama de árbitro no lance do gol: 'Incompreensível'

João Martins concedeu entrevista após a derrota por 1 a 0 do Palmeiras para o São Paulo, pela Copa do Brasil


Após a derrota por 1 a 0 para o São Paulo, nesta quinta-feira (23), pelo jogo de ida das oitavas da Copa do Brasil, o auxiliar de Abel Ferreira no Palmeiras, João Martins, concedeu entrevista coletiva e deu méritos ao rival, dizendo que o Tricolor mereceu o triunfo no Morumbi.

Apesar disso, o português reclamou muito do árbitro Raphael Claus no lance do gol são-paulino.

Segundo Martins, o juiz deveria ter marcado falta de Reinaldo em Dudu. Ao invés disso, porém, Claus deu infração a favor do Tricolor, afirmando que Dudu colocou a mão na bola.

Para o auxiliar, o Verdão se desconcentrou por causa disso e permitiu a Patrick anotar para o rival.

"O adversário foi mais forte e mereceu ganhar hoje. Não fomos capazes de criar e ter nossas oportunidades. Tivemos seis finalizações, nenhuma no gol. O adversário também não criou muito, mas foi melhor", apontou.

"Tivemos um momento de desconcentração, porque todos viram a falta que foi (em cima de Dudu). Só o árbitro que não lembrou de ver a falta", reclamou.

"Só faltou o Reinaldo pisar no Dudu. De resto, ele fez tudo. O árbitro marcou mão, disse que o Dudu deu com a mão (na bola). Não dá para entender isso. É incompreensível. Depois, o Gómez saiu para falar com o árbitro, tivemos um momento de desconcentração que não deveria ter acontecido", admitiu.

"Assumimos a nossa culpa, mas queríamos que a falta tivesse sido marcada. Mas sem desculpas. O cansaço foi para os dois times, e hoje o adversário foi mais forte", complementou.

Para o Palmeiras, o revés significa o fim da série de 19 jogos sem perder - a última queda havia sido em 9 de abril, contra o Ceará.

Agora, os rivais voltam a se enfrentar no dia 14 de julho, desta vez no Allianz Parque.

Como fica para o jogo de volta?

Com o resultado, o São Paulo abre vantagem e joga por um empate no Allianz Parque para avançar às quartas.

O Palmeiras, por sua vez, precisará vencer por dois gols de diferença se quiser ficar com a vaga na próxima fase.

Em caso de triunfo alviverde por um tento de vantagem, a classificação será definida nos pênaltis.