<
>

De difícil trato no dia a dia, Bustos tem futuro incerto no Santos e depende de vitória para ganhar sobrevida

Treinador argentino balança cada vez mais no cargo após goleada sofrida para o Corinthians na Copa do Brasil


Fabián Bustos poderá ser demitido do Santos em caso de nova derrota para o Corinthians. O ambiente do treinador já não é o melhor na Vila Belmiro e resultados podem afundá-lo de vez. O clássico do próximo sábado (25), novamente na Neo Química Arena, será determinante para o futuro do argentino.

A entrevista dada após a goleada sofrida por 4 a 0, na última quarta-feira (22), foi apenas mais um episódio. Segundo fontes ouvidas pela ESPN, o tom usado pelo treinador, na coletiva, retrata um pouco o dia a dia. Bustos é visto como uma pessoa de difícil trato na relação profissional.

Além da queixa dos jogadores, que se sentiram nominalmente expostos após a goleada na Copa do Brasil, funcionários de outras áreas do CT Rei Pelé também relatam que Bustos é muito fechado e não compartilha suas decisões, muitas vezes as tomando sem fazer uso das informações que departamentos entregam a ele.

Após o revés para o Timão, Andrés Rueda foi ao CT Rei Pelé para fazer cobranças ao elenco e comissão técnica. O que evitou que a demissão de Bustos fosse discutida nas reuniões do dia foi a proximidade de outro clássico.

Vale lembrar que Fábio Carille, seu antecessor, foi demitido antes de um jogo contra o São Paulo e deu lugar ao interino Marcelo Fernandes. O resultado foi trágico: derrota por 3 a 0 dentro da Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista.

Para não repetir o erro, Rueda optou por manter Bustos. Pelo menos até sábado, antes do novo encontro com o Corinthians.