<
>

Ex-companheiro detona Ibra: 'Mal jogou e não contribuiu nada para o Scudetto do Milan, mas faz de tudo para ser o centro das atenções'

play
Lucas Moura relembra resenhas com o 'bad boy' Ibrahimovic no PSG: 'Não é para falar bem de mim' (1:00)

No Bola da Vez, Lucas ainda contou que Ibra 'ironizou' o presidente do clube francês durante a foto do elenco: 'Senta lá na ponta!' (1:00)

Çalhanoglu, atualmente na Inter de Milão, detonou Ibrahimovic, com quem jogou nos tempos de Milan


Em uma fortíssima entrevista ao canal turco Tivibu Spor, o meia Hakan Çalhanoglu, atualmente na Inter de Milão, detonou o atacante Zlatan Ibrahimovic, seu ex-companheiro nos tempos de Milan.

Questionado sobre o fato do sueco ter feito ofensas a Çalhanoglu após a conquista do último Campeonato Italiano, pelo fato do meio-campista ter trocado os rossoneri pelos rivais da cidade, Hakan não economizou palavras na resposta.

"Ele é um senhor de 40 anos, não 18. Então, eu não faria esse tipo de coisas na idade dele", disparou o atleta dos nerazzurri.

"Ele gosta de ser o centro das atenções. Não contribuiu nada para o Scudetto nesta temporada, ele mal jogou. No entanto, faz de tudo para ser o foco de todas as formas", seguiu.

"Tempos atrás, ele sempre me ligava, me chamava para jantar ou para dar uma volta de moto. Ele escreveu algumas coisas sobre mim no meu livro também. Ele tinha que escrever alguma coisa, ou seriam um monte de páginas em branco. É melhor não ligar pra essas coisas, para ser honesto", completou.

Ibra passou a maior parte da temporada 2021/22 lesionado e só fez 27 jogos, anotando 8 gols e dando 3 assistências.

play
1:00

Lucas Moura relembra resenhas com o 'bad boy' Ibrahimovic no PSG: 'Não é para falar bem de mim'

No Bola da Vez, Lucas ainda contou que Ibra 'ironizou' o presidente do clube francês durante a foto do elenco: 'Senta lá na ponta!'

Çalhanoglu não parou por aí e fez pouco caso do título italiano do Milan, dizendo que a Inter é mais forte e que só perdeu o título por causa da derrota no dérbi na reta final do campeonato.

"A Inter tem um plantel muito mais forte que o do Milan", assegurou.

"Nós perdermos um clássico em que estávamos vencendo, mas tudo mudou aos 30 do 2º tempo, depois que eu e o Perisic fomos substituídos. Estávamos ganhando de 1 a 0 e o jogo acabou 2 a 1. O treinador contribuiu para essa derrota, e eu falei isso a ele", revelou.

"(A prova de que a Inter é mais forte) Veio na semifinal da Copa Itália, quando ganhamos deles por 3 a 0", finalizou.