<
>

John Textor venderia o Botafogo se oferecessem o dobro? Dono da SAF responde sem hesitar

Proprietário do futebol do Botafogo garantiu que não venderá SAF a outro empresário


John Textor comprou a SAF do Botafogo no início de 2022 e virou ídolo instantâneo da torcida. Mas será que o empresário venderia o futebol do clube se algum outro homem de negócios oferecesse o dobro do valor que ele pagou? A resposta foi dada sem hesitação pelo americano.

“Se alguém me oferecer mais dinheiro por esse clube? Quem se importa? Eu não estou nem aí. Eu vou ficar um tempo aqui. Eu sou o coproprietário da equipe – os outros proprietários são os torcedores. Eu gostaria que eles me mantivessem aqui por um tempo”, afirmou Textor em entrevista ao SporTV.

“Não (venderia). Eu tenho 56 anos, me aposentei aos 55 e é isso que eu faço, este é meu trabalho na aposentadoria. Eu trabalho muito na aposentadoria. Eu não sei o que mais eu iria querer fazer da vida”, explicou.

“Eu cresci com pouco dinheiro, fiz dinheiro, perdi tudo. Depois eu percebi que eu tinha que ajustar essa conta na vida. Não tem a ver com os dólares, eu comecei a trabalhar por paixão, com coisas divertidas”, continuou o empresário.

“O meu sucesso financeiro, depois do meu grande fracasso financeiro em 2010, foi tão maior do que o que eu perdi, porque eu trabalhava com coisas que me divertiam, que eu gostava muito. E eu adoro a ideia que eu posso ser parte de um futuro de algo como a Libra. É um privilégio fazer parte disso”, garantiu.

Depois da chegada do investidor, o Botafogo foi ao mercado e reforçou sua equipe para o Brasileirão. Na janela de transferências do meio do ano, Textor promete ainda mais contratações e falou até sobre James Rodríguez.

Na tabela, a equipe alvinegra tem 18 pontos em 13 partidas e ocupa atualmente a 7ª colocação. O próximo desafio é no domingo, 16h, no ‘Clássico Vovô’ contra o Fluminense.