<
>

Hulk responde cutucada de Gabigol após Atlético-MG x Flamengo: 'Não tem nenhum menino...'

Camisa 7 do Atlético-MG ainda falou sobre a importância da vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo, nesta quarta-feira (22), no Mineirão, pela Copa do Brasil


Nesta quarta-feira (22), o Atlético-MG venceu o Flamengo por 2 a 1, no Mineirão, e largou na frente nas oitavas de final da Copa do Brasil. E logo após a partida, o atacante Gabigol deu uma cutucada no Galo, já projetando o jogo de volta, mas não ficou sem resposta.

Ainda no gramado do Mineirão, o atacante Hulk respondeu a declaração dada pelo camisa 9 rubro-negro e deixou claro que os jogadores do Atlético têm experiência de sobra para jogar em ambientes de pressão, como costuma ser no Maracanã.

"A gente sabe, vantagem mínima se tratando de um grande time. A gente sabe a importância que é ganhar o primeiro jogo, os primeiros 90 minutos. No segundo jogo, vamos entrar concentrados, vamos dar o nosso melhor", começou por dizer, em declarações ao Sportv.

"Estamos acostumados a jogar em grandes ambientes. Tudo jogador experiente, de seleção, jogador cascudo, então não tem nenhum menino para enfrentar a pressão que for. Mas o importante é fazer o que o professor [Turco Mohamed] pede, entrar concentrado e dar o meu melhor. Deixar claro que não tem nada ganho ainda, tá encaminhada uma parte, mas temos a segunda parte para, se Deus quiser garantir a vaga para a próxima fase", complementou.

Por último, o camisa 7 do Galo ainda revelou que tem uma inflamação no pé, e que por isso tem sentido algumas dores na região. Ele garantiu, porém, que continuará jogando no sacrifício, independentemente das dores.

"Viemos de dois jogos em campos bastante duros. Do Palmeiras, que é sintético, e depois no Castelão, que foi um jogo [contra o Ceará] muito pegado e o campo estava muito duro. Eu tive uma inflamação na sola do pé, na gordura do pé, onde vem incomodando bastante. E não dá para parar muitos jogos, às vezes até para treinar incomoda bastante. Tem que esperar desinflamar, só que a sequência de jogos é difícil, a gente tem que ir no sacrifício, na dor, e o mais importante: é sair cansado, com câimbras, com dor, mas consciente do trabalho bem feito e do resultado positivo. Isso é muito importante", finalizou.

Com a vitória, o Atlético-MG pode até empatar no Maracanã, no próximo dia 13 de julho, pelo jogo de volta das oitavas da Copa do Brasil. Caso o Flamengo vença por um gol de diferença, a definição pela vaga nas quartas de final vai para os pênaltis.