<
>

Veja o que vai acontecer com os árbitros que errarem no Brasileirão após reformulação no comando da CBF

play
Chefe de arbitragem da CBF detona 'geladeira' e cria novo 'programa' de recuperação; saiba o que acontecerá com árbitros que erraram (2:04)

'O árbitro que vai para o freezer, quando é descongelado, é o mesmo árbitro do erro anterior', criticou Wilson Seneme (2:04)

Seneme: "Um árbitro que vai para o freezer e é congelado ainda é o mesmo árbitro que cometeu o erro anterior"


Em evento nesta quarta-feira (22), no qual foram comunicadas diversas mudanças na Comissão de Arbitragem da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), a entidade também anunciou que acabará com a famosa "geladeira" para os árbitros que cometerem erros graves em jogos do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil.

Em entrevista coletiva, o chefe da Comissão de Arbitragem, Wilson Luiz Seneme, revelou a criação do Pada (Programa de Assistência ao Desempenho da Arbitragem), que será uma espécie de "centro de recuperação" para os juízes, promovendo "assistência multidisciplinar integrada" em cinco áreas distintas para evitar novos equívocos.

De acordo com Seneme, a "geladeira" não melhorava em nada o nível da arbitragem, já que os apitadores que retornavam seguiam cometendo os mesmos erros.

Com a adoção do Pada, e expectativa da CBF é que haja melhora e correção.

"Os árbitros também cometem erros esportivos. Então, o que a gente tem que fazer? Aqui vem a criação do Programa de Assistência ao Desempenho da Arbitragem. O que significa isso? O árbitro, quando um erro é detectado, ele entra para esse programa e vai passar por uma análise em cinco áreas: técnica, física, médica, psicológica e nutricional, para ser identificado em qual delas o árbitro está falhando, para a gente poder trabalhar essa falha que ele teve e depois ele poder retornar", explicou.

"Quanto tempo ele vai ficar fora? Dependendo da recuperação que ele tenha. A gente estará analisando isso. A Comissão (de Arbitragem) vai absorver esses dados e, a partir disso, de acordo com sua recuperação, ele voltará ao campo", seguiu.

"Ah, mas ele voltará bem no jogo mais importante e decisivo da rodada? Óbvio que não. A volta tem que ser gradual também. E, para que fique claro, quem entrar para o Programa terá seu nome anunciado publicamente. Não é só uma questão de colocar o árbitro lá", revelou.

"A gente por muito tempo usou o 'freezer', falava que o árbitro vai para a 'geladeira'. Um árbitro que vai para o freezer e é congelado ainda é o mesmo árbitro que cometeu o erro anterior. Ele ficou lá seis meses no freezer parado e, quando sair, será ainda o mesmo árbitro do erro anterior", complementou.

play
1:38

Brasileirão: linha de impedimento do VAR será traçada ao vivo na transmissão, informa chefe de arbitragem da CBF

'A Premier League faz isso; é um entretenimento a mais para todo mundo', justificou Wilson Seneme

Linha de impedimento ao vivo

Em seu plano de ação para melhora da arbitragem, a CBF também salientou que seguirá publicando os áudios do VAR relativos às principais decisões das rodadas de Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

Além disso, a Confederação informou que, a partir da próxima jornada do Brasileirão, a linha virtual de impedimento será traçada ao vivo, durante a transmissão de TV, para aumentar a transparência.

Isso é o que ocorre, por exemplo, na Premier League, na qual a tela se divide para mostrar em tempo real a colocação das linhas do último homem e do jogador que ataca.

Outras ações futuras serão: plataforma unificada de ensino para arbitragem nacional; curso de formação para gestores de arbitragem; construção de Centro de Excelência e Treinamento da Arbitragem; realização de pré-temporada para os juízes; e debate sobre a profissionalização da arbitragem.

play
2:02

Chefe da arbitragem se diz 'bastante surpreso' com método antigo da CBF e anuncia mudança: 'Nenhum árbitro vai para o próximo jogo sem ter feito a leitura do anterior'

Wilson Seneme anunciou mudanças na arbitragem da Confederação nesta quarta-feira

Haverá ainda uma intertemporada de arbitragem, entre 25 a 29 de julho, com treinamento em simulador VAR.