<
>

Vinicius Jr. revela meta no Real Madrid após 1° título de Champions e diz que ficha ainda não caiu: 'Não tenho noção do que fiz'

play
GOL DO REAL MADRID! VINÍCIUS JUNIOR! Brasileiro abriu o placar na final da Champions contra o Liverpool; VEJA (0:58)

Camisa 20 marcou após lindo passe de Federico Valverde (0:58)

Vinicius Jr. marcou o gol que valeu o título da Champions League ao Real Madrid


Vinicius Jr. entrou para a história do Real Madrid neste sábado (28 de maio). Anotou o gol da conquista da Champions League sobre o Liverpool. E a ficha ainda não caiu no jovem de 21 anos.

O camisa 20 do Real Madrid fez sua melhor temporada com a camisa merengue. Além de 22 gols, deixou 16 assistências. E promete não parar por aí. Segundo Vinicius Jr., o foco é repetir a história de Casemiro e Marcelo, que conquistaram a Champions League cinco vezes até o momento.

"A pessoa mais feliz desse mundo. Depois de uma temporada tão larga, de jogos especiais e emocionantes. Tivemos uma chance e marcamos o gol. Eu não tenho noção ainda do que eu estou vivendo, do gol que fiz hoje no meio clube do mundo, na maior competição do mundo, e sendo tão jovem. Não quero parar por aqui, quero seguir trabalhando muito, como trabalhei até aqui, para ganhar tantas Champions como esses jogadores ganharam, que já é a quinta (Champions). Eu pude estar aqui para vencer junto com eles", disse Vini Jr., em entrevista à TNT.

"Uma temporada muito bonita, especial. Não só minha, mas de todos os jogadores, de todo elenco, trabalhando bastante. Aprendemos muito nessa temporada também que sofrer é bom, é especial. Jogar com essa camisa não tem preço, todo jogador do mundo sonha estar aqui, eu sonhei estar aqui, estou realizando o meu sonho e o da minha família. Todo jogador que sonha muito alto, sonha em jogar com essa camisa", finalizou.

Vinicius Jr. se tornou mais um jogador brasileiro a marcar em uma final de Champions League. Agora, o seleto grupo conta com 11 nomes. Veja abaixo quem já fez em decisão da principal competição do continente.

Mazzola (Altafini) - Milan 2 x 1 Benfica - 1962/63

Craque do Palmeiras no fim dos anos 50 e campeão do mundo pelo Brasil em 1958, o atacante foi para o Milan logo após a conquista da Copa do Mundo. E por lá, já adotando seu verdadeiro nome, Altafini,, foi o primeiro brasileiro a marcar em uma decisão e permanece o único jogador nascido no Brasil a balançar as redes duas vezes em uma decisão.

Jair da Costa - Inter de Milão 1 x 0 Benfica - 1964/65

Campeão da Copa de 62 como reserva de Garrincha, o jogador revelado na Portuguesa foi o grande herói do segundo título seguido europeu da Internazionale. No lance que originou o gol, ele chutou por baixo das pernas do lendário goleiro Costa Pereira, que levou um frangaço!

play
0:14

Liverpool x Real Madrid: Problema de segurança atrasa grande final da Champions; VEJA

Liverpool e Real Madrid fazem a grande final da Champions League neste sábado (28)

Juary - Porto 2 x 1 Bayern - 1986/87

Campeão paulista em 78 com o time do Santos conhecido como "Meninos da Vila", o atacante saiu do banco de reservas na decisão contra o Bayern para ficar na história do primeiro título do Porto. Quando as equipes empatavam em 1 a 1 na prorrogação, Juary completou um cruzamento para o fundo das redes para dar a vitória ao time português.

Lúcio - Leverkusen 1 x 2 Real Madrid - 2001/02

Único brasileiro que marcou em uma derrota em final de Liga dos Campeões. Após Raúl abrir o placar logo aos oito minutos, o zagueiro empatou pouco tempo depois. No entanto, o Leverkusen perdeu com um gol antológico de Zidane.

Carlos Alberto - Porto 3 x 0 Monaco - 2003/04

Apenas seis meses após ter chegado ao Porto, o polêmico meia revelado no Fluminense virou titular com o técnico José Mourinho e foi peça fundamental do título. Aos 19 anos, Carlos Alberto recebeu passe na área e completou com estilo para abriu o placar aos 39 minutos do primeiro tempo. Depois de faturar a Champions e o Mundial pelo Porto, ele chegou ao Corinthians da MSI (2005) com status de galáctico e faturou o Brasileirão.

Deco - Porto 3 x 0 Monaco - 2003/04

Com passagem curta e sem brilho pelo Corinthians, o meia se destacou quando mudou-se muito jovem para Portugal. O sucesso foi tão grande que ele acabou naturalizado português e convocado para a seleção lusitana por Felipão. Deco anotou o segundo gol do Porto na final mais surpreendente dos últimos anos.

Belletti - Barcelona 2 x 1 Arsenal - 2005/06

Um dos heróis mais improváveis de toda história da Champions. Em um time com astros como Ronaldinho, Eto'o, Deco e Messi (que estava lesionado), coube ao lateral fazer o gol do título do Barcelona. Em uma jogada pela direita, ele chutou a bola, que bateu na perna do goleiro Almunia antes de entrar.

Marcelo - Real Madrid 4 x 1 Atlético de Madrid - 2013/14

Após o time merengue conseguir um empate no fim do segundo tempo com Sergio Ramos, o lateral-esquerdo, que entrou no decorrer da partida, fez o terceiro gol do Real sobre o rival durante a prorrogação.

Neymar - Barcelona 3 x 1 Juventus - 2014/15

Neymar foi artilheiro da Champions League naquela temporada - com 10 gols - e brilhou ao lado dos amigos Lionel Messi e Luis Suárez, no inesquecível trio de ataque chamado MSN. O brasileiro anotou o terceiro gol da vitória do Barça em um rápido contra-ataque.

Casemiro - Real Madrid 4 x 1 Juventus - 2016/17

Quatro vezes campeão da Champions, Casemiro deixou sua marca na decisão contra a Juve. Após o Real sair atrás no placar, o volante marcou o gol da virada com um chute, de primeira, de fora da área que desviou em Khedira e enganou o goleiro Buffon.

Vinicius Jr. - Liverpool 0 x 1 Real Madrid - 2021/22

O ex-Flamengo conquistou o seu primeiro título de Champions League pelo Real Madrid e foi o grande protagonista. Aos 14 minutos da etapa final, Vini recebeu passe de Valverde, dentro da área, e mandou para o fundo das redes, anotando o gol da vitória merengue sobre o Liverpool, em Paris.