<
>

Ídolo do Corinthians dá recado sério a Róger Guedes após atrito no clube e diz o que atacante precisa 'esquecer' para dar volta por cima

play
Corinthians: Chicão dá 'dica' a Róger Guedes em entrevista exclusiva; VEJA (0:35)

Ex-jogador conversou com exclusividade com o ESPN.com.br (0:35)

Situação envolvendo Róger Guedes e Vítor Pereira agitou últimas semanas do Corinthians


A crise entre Roger Guedes e Vitor Pereira está a cada dia mais exposta no Corinthians. Reserva até quando o Timão entra em campo com time alternativo, como no jogo contra o Always Ready, na última quinta-feira (26), o atacante possui poucos créditos com o técnico. E quem falou sobre a situação foi um ídolo da torcida alvinegra.

Em entrevista exclusiva ao ESPN.com.br, Chicão, campeão da Conmebol Libertadores e do Mundial de Clubes em 2012, não ficou em cima do muro sobre todo a situação envolvendo Róger Guedes. E aconselhou o camisa 9 a seguir um exemplo que resultou nos títulos de 2012.

“Trabalha, que a oportunidade vai aparecer. Até cito meu exemplo de 2011, quando fiquei fora da equipe. Não dei entrevista, não criei polêmica, fiz meu trabalho, procurando meu espaço. E quando a oportunidade apareceu, eu voltei para ser titular na Libertadores e Mundial de 2012. O que ele tem que fazer é trabalhar, esquecer entrevista. Às vezes as pessoas interpretam mal e acabam julgando de maneira diferente. Ele tem que dar resposta dentro de campo”, disse em entrevista exclusiva ao ESPN.com.br.

Nesta sexta-feira (27), Vitor Pereira voltou a falar sobre o assunto Róger Guedes, disse que vai continuar em postura firme com o atacante e fez um desabafo sobre a imagem que o assunto passa para fora do Corinthians.

Fica a sensação que eu sou o mau por exigir o melhor para o clube, para colocar todos no mesmo nível, para lutar, ser competitivo, eu que sou mau. Isso não posso aceitar. Dizem que não tinha a necessidade de expor, mas chega a altura que precisa expor. Toda vez sou cobrado, como se eu estivesse mal e ele bem. Ele e os outros”, afirmou o técnico. Assim como Chicão, VÍtor Pereira deu a entender que as oportunidades vão aparecer conforme Róger Guedes demonstrar vontade no Corinthians. O treinador revelou que já teve três conversas com o atleta e notou uma recente mudança de comportamento no atacante, porém, quer ver transformação em ações do jogador.

“Chega ao treino, lute, se entregue, seja competitivo. Chega no jogo, lute, se entregue jogando 10, 20 ou 30 minutos, na esquerda, na direita. Vão ter sempre oportunidades. Agora, se eu sentir que não estão dando o máximo por estar contrariado... Róger e qualquer jogador vão sempre ter o meu apoio, não coloco ninguém de lado, mas não posso conversar várias vezes e ele seguir o mesmo. Nos últimos dias, já vi um Róger diferente. Espero para o bem do clube, para o meu, para o da torcida, que ele de fato se entregue à causa, que tenha compromisso, tem que se respeitar ele próprio, sermos exigentes conosco e estar no melhor nível. É o mínimo a fazer”, disse. Neste domingo (29), o Corinthians volta à Neo Química Arena para enfrentar o América-MG, às 18h, pela 8ª rodada do Brasileirão. Líder da competição com 14 pontos, o Timão mira dar sequência ao bom momento no Campeonato Brasileiro e recuperar a confiança da torcida após críticas pelo empate na Libertadores.