<
>

A 'dor de cabeça' que Liverpool terá com Salah e Mané na próxima temporada que já preocupa antes de final da Champions

play
'Dói até hoje': o que Salah sentiu após levar golpe violento de Sergio Ramos em Real Madrid x Liverpool de 2018 (1:13)

Quebrado pelo zagueiro espanhol há 4 anos, Mohamed Salah volta mais forte para a final da Champions League, novamente contra o Real Madrid: 'Temos contas a acertar', avisou o astro dos Reds nas redes sociais. (1:13)

Dupla de atacantes tem contrato somente até junho de 2023 com o Liverpool, que já se preocupa com a situação


No próximo sábado (28), o Liverpool vai a campo no Stade de France, em Paris, e enfrenta o Real Madrid pela decisão da Champions League. Porém, antes mesmo da final, já tem uma 'dor de cabeça' com um assunto que precisará ser resolvido só a partir da próxima temporada.

Como apurou a ESPN, após o atacante Mohamed Salah confirmar que permanece pelo menos para a próxima temporada em Anfield Road, a diretoria dos Reds ganhou um 'problema' para resolver, já que o seu companheiro de ataque Sadio Mané também está na mesma situação contratual do egípcio, com vínculo somente por mais 12 meses (os contratos dos atletas terminam em junho de 2023).

E quando se fala em 'problema', ele tem relação direta com valores. E conseguir manter os dois atacantes por mais tempo no clube é considerada uma missão difícil pelo clube. Por enquanto, a situação da dupla segue indefinida, sem nenhum sinal de uma renovação próxima, mas já preocupa.

Isso porque, se Salah permanecer em Anfield e renovar o seu contrato, o egípcio sabe que pode pedir um salário do mesmo patamar de Kevin De Bruyne e Erling Haaland, do Manchester City, de 400 mil libras (R$ 2,4 milhões) por semana. Só Cristiano Ronaldo, do Manchester United, que supera as 500 mil libras (R$ 3 milhões) semanais, recebe mais do que a dupla dos Citizens.

Porém, se Salah decidir que é hora de buscar um novo desafio, seis anos após deixar a Roma e ir para o Liverpool em 2017, o ex-Chelsea vai ficar livre no mercado, o que o permite escolher qualquer contrato altamente lucrativo a partir de 2023.

play
1:11

Champions League: currículo invejável de Klopp ainda 'corre atrás' do rival Ancelotti

Real Madrid e Liverpool decidem o título europeu neste sábado

Mané, que está na mesma situação, mas ainda não cravou o seu futuro para a próxima temporada, tem sido tão importante quanto Salah para o sucesso do clube nas últimas temporadas. Ele também tem 29 anos, então o dilema para Julian Ward, que substituiu Michael Edwards como diretor de futebol do Liverpool, é como resolver esta 'dor de cabeça'.

Se Salah condiz com um salário de 400 mil libras semanais, então Mané pode argumentar que merece a mesma quantia, e o Liverpool estaria se comprometendo com dois grandes contratos com jogadores chegando aos 30 anos. E os grandes clubes, por sua vez, estão cada vez mais relutantes em fazer isso, se prendendo a altos e longos contratos com jogadores com idades avançadas.

Independente do que Liverpool e Salah decidam o que é melhor para o futuro, será uma decisão com muitas dificuldades e níveis. E ao dizer que ele vai ficar para a próxima temporada, Salah garantiu que os rumores sobre ele e seu futuro só irão aumentar mais e mais à medida que o fim de seu contrato se aproximar.