<
>

Real Madrid vive dilema nos bastidores e vê 'batalha' extracampo virar obstáculo por joia que agita o mercado na Europa

Aurélien Tchouaméni é um dos grandes destaques do Monaco e está próximo do Real Madrid


Aurélien Tchouaméni quer jogar no Real Madrid e o clube quer contratar francês. No entanto, a transferência foi adiada porque o Monaco quer que os espanhóis paguem os impostos que o tesouro espanhol poderia reivindicar pelo ganho de capital que a venda do volante geraria à equipe presidida por Florentino Pérez, segundo diferentes fontes confirmadas à ESPN.

O Monaco pagou 20 milhões de euros ao Bordeaux pelos serviços de Tchouaméni em 2020 e o Real está disposto a pagar cerca de 80 milhões de euros (R$ 413 milhões) para levá-lo ao Santiago Bernabéu. O problema é que o tesouro espanhol considera o Principado do Mónaco como um paraíso fiscal e, portanto, é provável que venha a reclamar 24% dos 60 milhões de euros que ganharia na operação do Monaco.

Fontes próximas à negociação explicam à ESPN que o clube da Ligue 1 pretende que o Real assuma esse valor extra que seria de cerca de 15 milhões de euros (R$ 77,5 milhões) para dar o sim final à venda enquanto o clube branco está relutante em chegar a esse valor para um jogador de futebol que acaba de completar 22 anos.

A situação não é nova para Monaco ou para os Merengues. De fato, o clube francês ainda está em tribunal com o tesouro espanhol porque algo semelhante já aconteceu em 2014, quando transferiu James Rodríguez ao Real por cerca de 75 milhões de euros.

O Monaco defende que não deve assumir estes impostos porque a transferência é feita dentro do Principado, mas o tesouro espanhol entende que o lucro ocorre em território espanhol. Uma fonte especializada no assunto sugere que o Tribunal Nacional poderia concordar com o Monaco no futuro, mas até que isso aconteça, a equipe da Ligue 1 não quer correr riscos.

De uma forma ou de outra, fontes diferentes continuam confiando que os dois clubes conseguirão resolver suas diferenças para que Tchouaméni vista a camisa branca.

Na última terça-feira a ESPN já noticiou que faltava apenas o acordo entre os clubes para que o negócio fosse fechado.

O Paris Saint-Germain, através do próprio Kylian Mbappé, e o Liverpool também estão tentando contratar Tchouaméni, mas já nesta terça-feira diferentes fontes informaram à ESPN que a preferência do internacional francês é jogar pelo Real Madrid.

O clube branco acompanha há algum tempo a evolução do jogador de 22 anos e já em janeiro passado a ESPN informou que o Real Madrid o considerava uma contratação prioritária para a próxima temporada.

No entanto, o clube branco estabeleceu como objetivo rejuvenescer o meio-campo e vê Tchouaméni como o melhor substituto possível para um Casemiro que já completou 30 anos.