<
>

Presidente do Fluminense confirma pedido de Fred por aposentadoria e revela como ídolo mudou de ideia

Em entrevista ao ESPN FC, presidente explicou o que fez Fred voltar atrás em decisão de antecipar aposentadoria


Fred não irá mais antecipar sua aposentadoria. Depois de conversa com a diretoria do Fluminense, o atacante voltou atrás em sua decisão e seguirá atuando pelo clube até o fim de seu contrato.

Nesta terça-feira (24), o presidente do clube carioca participou do ESPN FC e esclareceu como o atacante voltou atrás em sua decisão.

“Ao longo da estada dele aqui, a gente sempre tentou convencê-lo, em razão da excelente performance, que ele prosseguisse até dezembro de 2022, e, agora, com a chegada do Fernando Diniz, houve o pedido que ele reavaliasse por ele ser o maior ídolo do clube na era moderna”, disse.

“Ele voltou a apresentar uma questão no olho em 2020, um problema que ele teve, isso é fato público. E ele pediu, em uma conversa conosco na tarde de hoje, para nos informar que, felizmente, o problema não tem a necessidade cirúrgica, mas que pode ter no futuro. E que ele vai precisar de mais algumas semanas de repouso para fazer novas avaliações”, completou.

Ele chegou para nós, hoje, falando sobre o repouso e, como o contrato acaba em 21 de julho, não sacramentou, mas achou interessante encerrar a carreira antes disso. Eu, Paulo e Fernando dissemos que isso não ia ser necessário e, por tudo que ele fez ao Fluminense, era um dever nosso cumprir esse contrato com ele até o final, independentemente da quantidade de jogos que ele ainda poderá fazer. Por isso soltamos a nota. Ele voltando a treinar, vocês vão ter novas informações”, finalizou.

Quando voltou ao Fluminense após quatro anos, Fred assinou até 21 de julho de 2022 por conta da comemoração de 120 anos do clube.