<
>

River Plate 'copia' Palmeiras e mira dois alvos do Verdão por substituto de nova joia de Guardiola

Clube argentino busca uma peça de reposição para Julián Álvarez, de 22 anos, que já foi vendido ao Manchester City


Já classificado para o mata-mata da Conmebol Libertadores, o River Plate encerra a sua participação na fase de grupos da competição continental nesta quarta-feira (25) e, a partir das 19h, recebe o Alianza Lima-PER no Monumental de Núñez, em Buenos Aires, na Argentina. Em meio à disputa, o clube argentino também mantém o foco no mercado da bola e busca um substituto imediato para o atacante Julian Álvarez, negociado com o Manchester City de Pep Guardiola por R$ 105 milhões.

Em uma publicação nesta última terça (24), o tradicional jornal argentino Olé destrinchou os alvos do River para o seu ataque e, coincidentemente, dois nomes foram ligados de forma recente ao Palmeiras, atual bicampeão da América e um dos rivais do clube argentino na atual edição da Libertadores: Taty Castellanos, do New York City FC, da Major League Soccer (MLS), e Lucas Alario, do Bayer Leverkusen.

O ESPN.com.br apurou recentemente a situação da dupla, atrelada ao interesse do Verdão. E apesar do interesse do futebol sul-americano nos dois jogadores, a preferência é pelo futebol da Europa. Enquanto Castellanos tem vínculo com o New York City até dezembro de 2025, Alario tem contrato com o Leverkusen até junho de 2024 e seu interesse é permanecer pelo Velho Continente.

No River, as dificuldades são as mesmas e a apuração do Olé segue a mesma linha. Segundo o jornal, Castellanos é visto neste momento como 'impossível' pelo clube argentino, enquanto Alario já manifestou o seu interesse em permanecer na Europa.

A dupla, porém, não é a única desejada pelos Millonarios. Ainda de acordo com o veículo argentino, um outro nome apontado como possível alvo do time argentino é Miguel Borja, ex-centroavante do Palmeiras e que hoje defende o Junior Barranquilla, da Colômbia.

Em seu país, em entrevista ao canal Win Sports, Borja falou abertamente sobre uma possível transferência para o River Plate, mas deixou claro que tem o pensamento de permanecer na Colômbia neste momento.

“Quando a gente vai bem, as opções sempre aparecem, mas essa questão fica a cargo do meu empresário. Agora estou pensando no que está por vir, poder me classificar para a Copa Sul-Americana. É o sonho de todo mundo, dos torcedores”, disse o atacante.

“Vim por três anos, era isso que eu queria com minha família. A diretoria fez um esforço muito importante e eu estou feliz aqui. Tenho minha mãe ao virar da esquina, é algo que você sempre sonhou. Por enquanto estamos aqui e quero ficar aqui”, finalizou.

Fechando a extensa lista de desejos do River para repor a saída de Álvarez, estão Sebastián Driussi, do Austin F.C., dos EUA, André Carrillo, do Al-Hilal, da Arábia Saudita, Diego Valoyes, do Talleres-ARG, Luciano Vietto, Al-Shabab, da Arábia Saudita, e, por fim, José Manuel López, do Lanús-ARG.

Na Libertadores, o River Plate é o líder isolado do grupo F com 13 pontos e segue invicto na fase de grupos. Fortaleza e Colo-Colo-CHI disputam a segunda e última vaga para o mata-mata e fazem confronto direto, também nesta quarta, às 19h, em Santiago, no Chile. Se vencer, o Leão do Pici vai à vice-líderança e também avança.