<
>

Cicinho sai em defesa de Rogério Ceni por alterações erradas e corneta torcida do Corinthians: 'Tabu é o que time pequeno tem que se contentar'

Após empate no clássico contra o Corinthians, ex-lateral-direito saiu em defesa do treinador tricolor


No último domingo (22), o São Paulo ficou no empate em 1 a 1 com o Corinthians pelo Brasileirão. Após bom primeiro tempo, o time foi criticado por conta da queda de rendimento na etapa final.

Para o ex-lateral-direito Cicinho, apesar dos erros de Ceni nas alterações, os acertos na escalação inicial precisam ser destacados, durante o programa Arena SBT. “O torcedor sempre vai olhar pelo resultado final. Mas o Ceni entrou com um time que ninguém esperava, que nunca tinha escalado. Rafinha e Reinaldo estavam jogando”.

“As alterações foram erradas porque desmontaram o time do São Paulo. Ele errou pelo contexto que virou o jogo. Mas e o time que ninguém esperou que ele colocou e jogou muita bola? Ele pensou no time adversário (no segundo tempo). Fato é que o São Paulo jogou muita bola”, disse.

Além disso, o ex-jogador ainda ironizou o tabu que o time do São Paulo sofre na Neo Química Arena, falando sobre o retrospecto recente do Corinthians em clássicos.

“Quanto tempo o Corinthians não ganha do São Paulo ou um clássico? Tabu é o que time pequeno tem que se contentar. Acabou o jogo, a torcida comemorando tabu”, analisou.

O ex-atacante Emerson Sheik, porém, criticou Cicinho. “Mais uma vez, o Cicinho passando pano. O São Paulo fez um excelente primeiro tempo, e o Rogério errou nas substituições”, ironizou Sheik.