<
>

Tardelli relembra dia em que Papai Joel surpreendeu com bronca inusitada no Flamengo: 'Não fala isso'

play
Diego Tardelli relembra bronca inusitada do 'papai' Joel Santana: 'Pensei que ia me dar uma dura' (1:19)

'Não faz mais isso com o papai, não; o papai fica triste', contou Tardelli em entrevista à ESPN (1:19)

Em entrevista ao ESPN.com.br, atacante relembrou período com treinador no Flamengo e dia em que foi surpreendido no vestiário


O Flamengo encerrará sua participação na fase de grupos da Conmebol Libertadores nesta terça-feira (24), às 21h30 (de Brasília), contra o Sporting Cristal, no Maracanã. Já classificado em primeiro no grupo H, o Rubro-Negro só busca ficar com uma das melhores campanhas na partida com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.

Um dos anos que o time teve uma das melhores campanhas na fase de grupos foi em 2008, quando os comandados de Joel Santana só ficaram atrás do Fluminense na ‘disputa’. Um dos nomes presentes naquele elenco era o atacante Diego Tardelli, que relembrou como era o dia-a-dia com o místico treinador.

“Foi muito bom, para mim, foi uma grande honra. Um cara fantástico, engraçado. Nesse ano, pude fazer o gol do título no Carioca. Foi uma passagem rápida, mas muito especial. Joel era só risada, um paizão mesmo. O que veem do Joel, é o que ele é no dia a dia. Um cara que sabe trabalhar, ganhar o grupo”, disse ao ESPN.com.br.

Um episódio com Joel que marcou o atacante foi uma ‘quase bronca’ que o atacante acabou sofrendo após ‘cornetar’ o seu comandante no meio de partida para repórter.

“Se eu não me engano, foi o primeiro jogo da Taça Rio, a gente estava perdendo e ele me chama faltando dois, três minutos. O repórter chegou para mim e perguntou se dava para fazer alguma coisa. Eu falei: ‘Pô, agora não dá para fazer mais nada’, dei uma apelada. Virou uma polêmica, e no dia seguinte ele reuniu o grupo”, lembrou.

Pensei: ‘Vai me dar uma dura, vou receber uma multa’. Mas ele, com todo o jeito dele, me chamou no canto e disse: ‘Não faz mais isso, não. Não fala isso. Papai fica muito triste com o jeito que você falou’. Aí, não tem nem como falar. Brigar com um treinador desse? Ele ainda me deu um abraço, disse: ‘Papai ficou muito chateado com o jeito que você falou, não tinha como te colocar antes’. Foi dessa maneira”, finalizou.