<
>

Benjamin Mendy, lateral do Manchester City, se declara inocente de acusações de crimes sexuais

Mendy será julgado pelo júri em 25 de julho, na Inglaterra


O lateral-esquerdo Benjamin Mendy, do Manchester City, compareceu nesta segunda-feira (23) ao Tribunal de Chester Crown, na Inglaterra, e se declarou inocente das nove acusações de crimes sexuais feitas por seis mulheres contra ele.

O atleta de 27 anos, que ficou preso preventivamente entre agosto de 2021 e janeiro de 2022, negou tudo durante o pré-julgamento desta segunda, inclusive as sete acusações de estupro que foram feitas contra ele.

O ex-jogador da seleção da França também é acusado de abuso sexual e tentativa de estupro.

De acordo com as acusações, os crimes teriam ocorrido todos em sua casa, em ocasiões separadas entre outubro de 2018 e agosto de 2021.

Mendy será julgado pelo júri em 25 de julho.

Seu amigo Louis Saha Matturie, que foi acusado conjuntamente dos crimes, também se declarou inocente nos 12 casos.

O homem de 40 anos negou as oito acusações de estupro e as quatro de abuso sexual, que foram feitas por oito mulheres relativas a casos supostamente ocorridos entre julho de 2012 e agosto de 2021.

Atualmente, eles estão respondendo em liberdade após o pagamento de fiança.

Mendy, que fez 75 jogos e marcou 2 gols pelo Manchester City desde que foi contratado do Monaco, em 2017/18, está suspenso pelos Citizens desde que as acusações foram reveladas.

Na carreira, o atleta também soma 10 partidas com a seleção da França.