<
>

Ceni crava futuro de Calleri no São Paulo, é 'sincerão' sobre vendas e faz pedido à diretoria: 'Não tenho vergonha nenhuma'

Após empate contra o Corinthians na Neo Química Arena, Rogério Ceni abriu o jogo sobre reforços no elenco


Em um jogo com dois tempos muito distintos, o Corinthians buscou o empate por 1 a 1 com o São Paulo, neste domingo (22), na Neo Química Arena, pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Após a partida, o técnico Rogério Ceni confirmou a informação dita pelo presidente Julio Casares de que Calleri será comprado. "Calleri vai ser comprado, eu tenho certeza. Tenho convicção que o presidente vai dar um jeito. É um jogador que não é um custo absurdo".

"O São Paulo pode estar com problemas financeiros, mas é um clube de muita força, que no momento certo, tenho certeza que vai ficar com a gente. Ele é um jogador muito importante para o time, o time joga muito em função dele. Para ele, também é importante o São Paulo, porque é o lugar onde ele se sente bem, se sente feliz, entrega gols", disse.

Além disso, o treinador ainda comentou a atividade do time no mercado de transferências, fazendo pedido à diretoria. "São Paulo é time para vender jogador acima de 10 milhões de euros. Se não, tem que dar outro jeito. Temos que arrumar de outra maneira. Acima de 10 milhões, ok. Aí, nós temos que planejar, ir numa Série B.

"Não tenho vergonha nenhuma, não precisamos de jogadores caros, mas destinar 10% ou 20% daquele valor para uma peça de reposição. O São Paulo formou grandes times assim, vindo do Goiás, quando estava na Série B. Não precisamos de nome, precisamos de desejo, alma, vontade", avaliou.

"Acho que uma venda bem-feita, mais uma venda do Antony, acho que cumpre o orçamento. Que, vamos ser sinceros, nunca foi cumprido, se não, não estava com uma dívida de 700 milhões", finalizou.

Com o resultado, o Corinthians vai a 14 pontos e continua como líder isolado do Brasileirão, com 2 pontos de vantagem sobre o Palmeiras. O São Paulo, por sua vez, vai agora a 12 pontos e está na 3ª colocação, logo atrás do Verdão nos critérios de desempate.

O São Paulo volta a campo na quarta-feira (25), às 19h15 (de Brasília), contra o Ayacucho-PER, pela Copa Sul-Americana. Já o Corinthians joga na quinta-feira (26), às 21h, contra o Always Ready-BOL, pela Libertadores, com transmissão pela ESPN no Star+.