<
>

Herói do Manchester City se emociona após título da Premier League: 'Vamos lembrar desse dia e não vamos conseguir acreditar'

Gündogan entrou no 2º tempo e foi essencial na virada por 3 a 2 do City sobre o Aston Villa, que valeu a taça da Premier League


Autor de dois gols na vitória de virada por 3 a 2 sobre o Aston Villa, que deu ao Manchester City o título da Premier League neste domingo (22), o meio-campista Gündogan se emocionou muito após o jogo.

Em entrevista à Sky Sports, o alemão disse que, no futuro, quando se lembrar dessa partida, ainda não conseguirá acreditar no "milagre" ocorrido no Etihad Stadium.

"Depois que tomamos 2 a 0, nossas chances (de título) ficaram pequenas. Então, conversamos e falamos que a gente tinha que fazer as coisas simples e bem feitas, como sempre. Quando fizemos dois gols e empatamos, vimos que ainda tínhamos 10 minutos para jogar, e isso nos animou muito", contou.

"Tivemos atitude muito positiva, especialmente depois de levar 2 a 0. A gente sabia que precisava fazer um gol para esquentar, e, depois que fizemos, sabíamos que o moral estava do nosso lado. A gente tinha que fazer três em alguns minutos, e conseguimos", celebrou.

"Aqui neste clube, os jogadores são também torcedores. Tenho certeza que, no futuro, quando pensarmos nesse dia, ainda não vamos conseguir acreditar no que aconteceu neste noite fantástica", exaltou.

"É nosso 4º título em cinco temporadas. Um momento enorme para o clube e um grande feito. Representa muito da união entre a equipe, os fãs e o estádio. É isso que nos deixa mais felizes", festejou.

Gündogan também fez muitos elogios ao Liverpool, que brigou pela taça até a rodada final e terminou apenas 1 ponto atrás do City na classificação.

"Eu sei que é duro dizer isso, mas se o Liverpool não estivesse aí e jogando do jeito incrível que jogam, com enorme sucesso, a Premier League não seria tão atrativa. Apesar deles terem terminado 1 ponto atrás da gente, fizeram uma temporada espetacular", elogiou.

"Eles nos empurram ao nosso limite. É um dia triste para eles, mas temos que apreciar o que eles fizeram de bom. Quero parabenizar meu ex-técnico (Jürgen Klopp) pelo grande trabalho. Estamos ansiosos para competir novamente com eles na próxima temporada", encerrou.