<
>

Leonardo demitido, português perto do anúncio e reforços: jornal detalha como Mbappé iniciou 'revolução' no PSG

Segundo reportagem do jornal Le Parisien, o brasileiro Leonardo foi comunicado no sábado de que não seguirá como diretor do Paris Saint-Germain na próxima temporada


O 'sim' de Kylian Mbappé à proposta de renovação até 2025 iniciou um processo de revolução no Paris Saint-Germain. É o que detalha uma reportagem publicada neste domingo (22) pelo jornal francês Le Parisien. De acordo com o veículo, a primeira mudança interna foi a demissão do brasileiro Leonardo.

O diário parisiense revelou em sua edição dominical que o dirigente foi comunicado logo após a última rodada do Campeonato Francês de que não seguirá no cargo de diretor esportivo do PSG na próxima temporada. Segundo o jornal, o time da capital anunciará nos próximos dias a contratação de Luis Campos para a função.

O português é uma das pessoas mais próximas a Mbappé no futebol. Campos comandava o departamento de futebol do Mônaco quando o atacante foi revelado, e tendo sido peça-chave na assinatura do primeiro contrato profissional do jogador, quando já havia grande investida pelos lados do Real Madrid.

Luis Campos ainda foi o nome forte do Lille na equipe que surpreendeu e conquistou o título do Campeonato Francês na temporada 2020/21, superando justamente o estrelado PSG.

Segundo o Le Parisien, o português terá o controle total do futebol. Além das contratações e das saídas, o diretor comandará um processo de 'ajuste' nos bastidores. Relatos indicam que o comando do clube tem se atentado a comportamentos inadequados do elenco nos últimos anos, passando pelas gestões de Unai Emery, Thomas Tuchel e Mauricio Pochettino.

O jornal detalha reclamações sobre atrasos, vazamentos de informações, comportamento inadequado com a higiene dos atletas e até mesmo desculpas para não malhar.

Antes de tomar conta do Centro de Treinamento, Campos será o responsável por conduzir o processo de escolha do próximo técnico. É esperado que Mauricio Pochettino também deixe o Paris Saint-Germain durante o mercado europeu, com dois nomes despontado no radar dos dirigentes: Christophe Galtier, do Nice, e Zinédine Zidane, grande favorito e livre no mercado.

Segundo o Le Parisien, o ex-treinador do Real Madrid se encaixa perfeitamente no perfil que é pretendido pelo clube, principalmente por saber trabalhar com um vestiário recheado de estrelas. O entrave, no entanto, é uma possível predileção do técnico em aguardar o chamado da seleção da França, algo que pode acontecer após a Copa do Mundo de 2022.

O diário aponta ainda que o grande trabalho de Luis Campos no mercado de transferências será buscar quatro peças já definidas: um zagueiro, dois meio-campistas e um atacante. Há dois nomes já despontado como favoritos neste processo.

O primeiro deles é a sensação Aurélien Tchouaméni, meio-campista do Mônaco, que também é alvo do Real Madrid e do Liverpool. Outro nome que interessa é o atacante Ousmane Dembélé, que ainda vive indefinição sobre sua renovação de contrato com o Barcelona e pode chegar de graça ao Parque dos Príncipes.