<
>

Diretor do Corinthians relata drama da torcida em jogo contra o Boca e cobra reciprocidade: 'Canseira absurda'

play
Auxiliar de Vítor Pereira diz que Corinthians fez '2 grandes jogos' contra Inter e Boca, mas reitera: 'Sempre queremos a vitória' (0:49)

Filipe Almeida falou em entrevista coletiva após o empate com o Boca (0:49)

Parte da torcida e o diretor jurídico do Corinthians não conseguiram entrar na Bombonera antes do primeiro tempo em partida da Libertadores


Assim como alguns torcedores comuns, Herói Vicente, diretor jurídico do Corinthians, conseguiu entrar no estádio La Bombonera apenas para assistir ao segundo tempo do seu time contra o Boca Juniors, pela quinta rodada da fase de grupos da Conmebol Libertadores.

A partida acabou 1 a 1 e ambos os gols foram marcados no primeiro tempo. Em vídeo gravado e divulgado pelo jornalista Raul Moura, ele explicou o que aconteceu.

“A gente está com uma van cheia de gente, assim como tantas outras vans e ônibus das caravanas que vieram, pessoal que enfrenta dias de viagem para assistir o Timão. O que acontece? A gente chega aqui na Argentina, estamos tomando uma canseira absurda, estamos há cerca de 800 metros, um quilômetro do estádio, todo mundo parado. Possivelmente não chegaremos a tempo do primeiro tempo, vamos entrar depois. Esse é o tratamento que nós, brasileiros, recebemos aqui”, iniciou, momentos antes do duelo.

"E aí tem a tal da reciprocidade. Lá na Arena eles tiveram assegurado o direito de assistir ao jogo tranquilamente, o jogo inteiro, com conforto, com segurança. Teve o problema sim gerado, infelizmente, pelo torcedor deles, e é isso. Fica aqui meu protesto para que isso não aconteça mais e que a reciprocidade prevaleça", complementou, citando o caso envolvendo a detenção de um torcedor do Boca que imitou um macaco à torcida corintiana em Itaquera.

Logo após a partida na última terça, o Corinthians divulgou uma nota oficial afirmando que protocolará uma reclamação formal junto à Conmebol sobre esse problema com a entrada no estádio apenas no segundo tempo por problemas na escolta e/ou na revista dos torcedores.

Ainda, um novo episódio de injúria racial aconteceu na última terça na Bombonera. Em vídeo, um torcedor aparece novamente imitando um macaco em direção à torcida corintiana presente.

Com o resultado conquistado em campo, o Corinthians segue na liderança do grupo E, com oito pontos, seguido pelo Boca Juniors, com sete. Na última rodada, o Alvinegro recebe o Always Ready pela última rodada da fase de grupos, na Neo Química Arena, no dia 26 de maio.

play
0:49

Auxiliar de Vítor Pereira diz que Corinthians fez '2 grandes jogos' contra Inter e Boca, mas reitera: 'Sempre queremos a vitória'

Filipe Almeida falou em entrevista coletiva após o empate com o Boca