<
>

Benedetto diz que Corinthians entrou para ficar atrás e detona arbitragem: 'Foi vergonhoso'

Atacante do Boca Juniors, Darío Benedetto criticou a postura do Corinthians na Argentina: 'Vieram para jogar atrás'


O Boca Juniors não conseguiu fazer valer a mística de La Bombonera e ficou no empate diante do Corinthians, pela 5ª rodada da fase de grupos da Conmebol Libertadores. Com o 1 a 1 no duelo contra os brasileiros, o time argentino terá uma verdadeira decisão no compromisso que fechará o grupo E.

Autor do gol dos xeneizes no confronto, Darío Benedetto alfinetou a postura do Timão no jogo em Buenos Aires.

Segundo o centroavante, a equipe de Vítor Pereira foi à Argentina apenas para se defender, e reformou ainda mais a estratégia quando teve Cantillo expulso no segundo tempo.

“Acho que controlamos o jogo nos 90 minutos. Eles vieram para ficar atrás. Quando ficaram com um a menos, ainda mais”, disse o atacante, que ainda detonou a arbitragem pelo tempo que acréscimos dado no segundo tempo. “Foi uma vergonha o tempo que acrescentaram. O jogo ficou parado 12 minutos e deram sete de acréscimos. É constrangedor”.

Com o resultado em casa, o Boca Juniors desperdiçou a chance de assumir a liderança dentro do grupo E da Libertadores, e agora decidirá uma vaga nas oitavas de final diante do Deportivo Cali (COL), na 6ª rodada.

Os colombianos enfrentam nesta quinta-feira (19) o Always Ready (BOL) em casa. Se ficarem com os três pontos, o time de Rafael Dudamel assume a liderança da chave e chegará a jogo diante do Boca Juniors precisando apenas de um empate para eliminar o gigante argentino.

Mesmo com o empate em La Bombonera, Benedetto acredita que sua equipe jogou no limite.

“Não poderíamos fazer mais do que fizemos. Jogamos contra um rival que ficou atrás e não conseguimos fazer o segundo, mas estamos crescendo. É o caminho que temos que seguir. O jogo que fizemos foi incrível, mas não conseguimos fazer o segundo gol”.