<
>

Klopp vê título do Liverpool como 'improvável', joga favoritismo ao City, mas avisa: 'Futebol prega peças às vezes'

Para ser campeão, Liverpool precisa vencer o Wolverhampton em Anfiel e ainda torcer para que o Manchester City tropece contra o Aston Villa, no Etihad


Vencer o Southampton de virada nesta terça-feira (17), fora de casa, permite ao Liverpool chegar com chances de ser campeão inglês no próximo domingo (22), data da última rodada da Premier League.

O time de Jürgen Klopp tem 89 pontos e precisa vencer o Wolverhampton, em Anfield, além de torcer por um tropeço do líder Manchester City (90) contra o Aston Villa, no Etihad Stadium. Os dois jogos terão transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.

Se a chance de ser campeão é difícil, dado o favoritismo amplo do City sobre o Aston Villa, Klopp tenta mexer com o psicológico do rival antes da rodada. Em entrevista após a vitória em Southampton, o alemão jogou toda a pressão para o colega Pep Guardiola, disse que é improvável um título do Liverpool, mas deixou um fio de esperança à torcida, que deve lotar Anfield.

"Nós nunca desistimos e vamos tentar. É um jogo em casa, nosso último na temporada. A atmosfera será incrível, então vamos tentar usar. Temos que fazer nosso trabalho. Futebol prega peças às vezes. Claro que é improvável, porque o City joga em casa contra o Aston Villa, que só joga na quinta-feira, contra um duro adversário como o Burnley, brigando pela permanência", disse Klopp.

"Mas é futebol. Acho que, quando o City foi campeão em 2019, foi por causa de 11 milímetros. Se alguém quiser que sejamos campeões, então precisamos primeiro vencer e depois o Villa tirar ponto do City. Se eu estivesse do outro lado, eu não me sentiria campeão já. Do meu ponto de vista, em segundo, claro que penso que o City vai ganhar a partida. Mas é futebol...", afirmou.